Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Juiz das Subvenções: "O sr não é dono de nada, não sabe nada, é um laranja. Leva ele"



A falta de respostas claras em um depoimento causou o momento mais tenso, até agora, do processo que apura o uso irregular das verbas de subvenção da Assembleia Legislativa (Alese), nas eleições do ano passado. Ao fim da tarde de ontem, no último dia de depoimentos das testemunhas de acusação, o juiz relator Fernando Escrivani Stefaniu mandou que a Polícia Federal conduzisse a testemunha Cristiano da Silva Souza, que aparece como sócio de duas empresas beneficiadas com R$ 166 mil pagos pela Associação de Cooperação Agrícola do Estado de Sergipe (Acase), ONG que recebeu R$ 213 mil em subvenções indicadas pelo então deputado estadual João Daniel (PT).

Tudo aconteceu porque ele não soube responder quase nenhuma pergunta sobre a empresa, as atividades dela, as suas funções, os cheques recebidos, os endereços da firma e até quem eram os sócios. A falta de informações e o comportamento indiferente de Cristiano irritaram o juiz Stefaniu. "O senhor não é dono de nada. Não sabe de nada, nem faz nada... O senhor é um laranja. O senhor só vai sair daqui quando me entregar todos os dados da empresa. Daí o senhor tá liberado", disparou Stefaniu, ao em seguida bater uma caneta na mesa e dar uma ordem aos policiais federais: "Leva ele".

Cristiano foi levado da sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/SE), no Capucho, até a sede da PF, no Siqueira Campos (zona oeste) onde ele permanecia até o fechamento desta edição. Segundo o órgão, ele prestaria depoimento depois que o Tribunal encaminhasse a gravação da audiência. Para o magistrado, a testemunha "foi o maior exemplo de falso testemunho" e agia "como se estivesse levando o depoimento na brincadeira". O advogado Hans Weberling  não quis dar detalhes, mas tentou minimizar a situação, dizendo que seu cliente não estava sendo detido, mas apenas "ia ser ouvido" na PF.
Leia mais na edição desta sexta-feira, 15, do Jornal do Dia

Nenhum comentário:

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA