Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Ciclista belga é acusada de competir com motor escondido em bicicleta

Por Bruxelas
Um motor escondido foi encontrado na bicicleta de Femke van den Driessche, de 19 anos, durante a disputa de uma etapa do Campeonato Mundial sub-23 de ciclismo cross country, em Zolder, na Bélgica. Campeã europeia, a atleta não terminou o percurso, mas mesmo assim seu equipamento foi analisado pela comissão de provas, que descobriu o "doping mecânico". 
Em entrevista para uma emissora de TV belga, a atleta se defendeu da acusação, negando que a bicicleta analisada fosse dela. E alegou que houve uma confusão durante o transporte.
- Eu vi aquela bicicleta ali e pensei: "O que ela está fazendo aqui? Essa não é a minha bicicleta". Foi quando chegou um amigo e disse: "Sim, me desculpe. Esta bicicleta é minha". Eu fiquei pensando como aquela bicicleta foi parar lá, não sabia o que fazer. Foi um amigo dos meus irmãos, um amigo nosso na verdade. Ele foi com meu irmão para o campeonato mundial porque ele achou que seria legal. Ele pedala muito comigo e às vezes nós treinamos juntos. Eles foram pedalar um pouco, ele ficou com frio, então ele colocou a bicicleta perto do caminhão. Os meninos provavelmente pensaram que era minha e colocaram dentro do caminhão - argumentou a campeã europeia. 
Femke Van den Driessche ciclismo (Foto: Reprodução SporTV)Femke Van den Driessche nega fraude e afirma que bicicleta foi trocada (Foto: Reprodução SporTV)
O presidente da União Ciclística Internacional (UCI), Brian Cookson, acredita que o caso se trata de fraude tecnológica e afirma que a bicicleta tinha um motor escondido.
- Eu não quero falar muito sobre isso porque este caso vai passar agora pela comissão disciplinar. Mas, sim, está claro e acreditamos que houve fraude tecnológica. Tinha um motor escondido - disse Cookson.
Os argumentos não convenceram a imprensa da Bélgica, pois o histórico familiar também pesa contra Femke van den Driessche. Muitos jornais lembraram do irmão já suspenso por doping. O caso ainda será analisado pela UCI e, se a fraude for comprovada, a atleta e a equipe podem ter de pagar multa. Além disso, a ciclista pode ser suspensa por, pelo menos, seis meses.

Nenhum comentário:

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA