Seguidores Vip

SEGUIDORES VIP

sábado, 15 de agosto de 2015

Entenda melhor a diferença entre timidez e introversão


As duas características são diferentes, mas têm pontos em comum
Muitas pessoas confundem os conceitos de tímido e introvertido, mas na verdade cada um deles significa algo diferente. A timidez, acanhamento e retraimento são sinais de pessoas que se sentem inibidas e com grande desconforto em situações específicas de interação social. Esse tipo de sentimento pode interferir no contato pessoal e nas relações como um todo, inclusive no trabalho. Dessa maneira, fica difícil a realização dos objetivos pessoais e profissionais de quem sofre com isso.
Muitas vezes, quem é tímido tem preocupação excessiva com o próximo. Pensamentos como: "o que será o que o outro está pensando?", "será que eu estou agradando?", "o que será que significa isso que a pessoa fez?", "qual significado do que ela disse?", "o que será que ela está pensando de mim?", etc. O foco sai de si próprio e o próximo se torna o centro das atenções.
Quem é tímido costuma sentir-se pior ao interagir com quem não conhece bem, justamente porque o desconhecido é mais difícil de controlar e saber lidar. Mas nada impede da timidez acontecer dentro de casa, no próprio núcleo familiar, o que acaba afastando as pessoas de uma possível conversa e/ou maior interação.
O tímido não consegue expressar os sentimentos e pensamentos de forma adequada, costuma ou não dizer ou falar a metade do que pensa. São pessoa que guardam para si e muitas vezes ninguém sabe o que esta passando na cabeça delas, pois ficam fechadas e até mesmo isoladas quando conseguem. Esse tipo de dificuldade faz com que a pessoa não interaja efetivamente com os outros. O contato acaba sendo superficial. Esse tipo de atitude pode confundir quem lida com o tímido. Muitos tímidos foram confundidos e até mesmo taxados como pessoas arrogantes e frias, justamente pelo afastamento e a distância que se cria pela dificuldade de interação.
Mesmo havendo certo prejuízo no contato social, a timidez em si não é considerada uma doença psicológica nem um transtorno mental. Obviamente, se o comprometimento desse contato causa transtornos maiores, pode-se pensar em outras patologias como diagnósticos.
A timidez em si não é ruim, funciona muito bem como um "termômetro" e regula a interação no contato social. Afinal, sair dizendo tudo o que pensa e sente não uma ação considerada adequada na nossa sociedade. O ponto chave é manter esse equilíbrio.
A introversão é bem próxima da timidez, pois afeta o indivíduo tornando-o acanhado, com vergonha ou dificuldades de se expressar. O foco está no próximo e nas suas possíveis criticas e manifestações supostamente negativas. O contato social é muito desgastante e quem sofre com isso sente que a interação com o próximo suga a energia. Estar em grupo não é um momento relaxante.
Ser introvertido é uma característica pessoal, é uma forma de usar a atenção, se está mais na própria pessoa (introversão) ou no próximo (extroversão). Quem tem o foco de atenção em si em excesso, muitas vezes, se fecha e tem dificuldade na interação social. Por outro lado, quem é introspectivo, costuma ser bom ouvinte e ser uma pessoa atenta as necessidades alheias, pois consegue facilmente se por no lugar do próximo.
Quem é tímido não é sempre retraído. Por isso, muitos tímidos são considerados extrovertidos em diversos momentos. Existem pessoas que se sentem fechadas em qualquer contato social, mas muitas conseguem separar as situações, por exemplo, não gostam de festas, mas não têm problemas no trabalho em grupo, ou não falam em público, mas se dão bem em ambientes sócias e consegue se expressar tranquilamente para várias pessoas.
O grande problema de ser tímido ou introvertido é quando não se consegue expressar adequadamente o que sente ou pensa. Quando os sentimentos de medo e insegurança tomam conta da pessoa e o resultado é ficar em casa retraído e fechado. E com isso, o contato social é severamente comprometido. Para esse tipo de situação extrema um tratamento para mudança é fundamental. Lembrando que quem sofre com a timidez mesmo em grau menor, pode também buscar ajuda para aperfeiçoar-se. Técnicas de programação neuro-linguística (PNL), hipnose e sessões de coaching costumam ser bem eficazes.
Fonte Minha Vida
Postar um comentário

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

FRAM MARQUES

Minha foto

MINHA PÁGINA:

MEU GRUPO: 

MEU SITE:

SIMPLES ASSIM...

HOJE APRENDI QUE VIVER É SER LIVRE, QUE TER AMIGOS É NECESSÁRIO, APRENDI QUE O TEMPO CURA, QUE LUTAR É MANTER-SE VIVO, QUE DECEPÇÃO NÃO MATA, QUE HOJE É REFLEXO DO ONTEM, QUE VERDADEIROS AMIGOS PERMANECEM QUE A DOR FORTALECE, QUE A BELEZA NÃO ESTA NO QUE TEMOS, MAS SIM NO QUE SENTIMOS! , E QUE O SEGREDO DA VIDA É VIVER,

LUTE, SONHE, PERDOE, CONQUISTE CADA SEGUNDO, POIS,
NA VIDA NÃO HÁ RETORNOS:
SÓ RECORDAÇÃO.

SE ALGUM DIA ALGUÉM LHE DISSER QUE SEU TRABALHO NÃO É DE UM PROFISSIONAL, LEMBRE-SE:
AMADORES CONSTRUÍRAM A ARCA DE NOÉ E PROFISSIONAIS CONSTRUÍRAM O TITANIC.
PORTANTO, ANTES DE RECLAMAR, LEMBRE-SE, NÃO SOU PERFEITO, MAS PROCURO A PERFEIÇÃO.




FRAM MARQUES

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA