Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

BAHIA: Ator Marcos Palmeira faz desabafo sobre descaso com lixão: ‘me envergonha’

por Francis Juliano
Itororó: Ator Marcos Palmeira faz desabafo sobre descaso com lixão: ‘me envergonha’
Foto: Reprodução / Instagram
O ator Marcos Palmeira usou as redes sociais para protestar contra um lixão na cidade de Itororó, no sudoeste baiano. Palmeira, que interpreta um político corrupto na novela global “Babilônia”, disse que a situação o “envergonha” e se queixa de que os agentes públicos da região não conseguem resolver o problema dos resíduos sólidos. Segundo ele, o dilema existe desde quando ela era criança e visitava a cidade. O descaso também prejudica o que resta de mata atlântica na região. “Entra prefeito e sai prefeito o cuidado com o meio ambiente na cidade continua ruim. Itororó não consegue resolver o problema do lixão que invade a fazenda Cabana da ponte, poluindo o lençol freático e prejudicando toda a população local e a própria fazenda que tenta preservar o pouco que resta de floresta no sul da Bahia! A prefeitura de Itororó me envergonha. Esse lixão existe desde que sou criança! ”, escreveu

Marcos Palmeira
Ator/diretor · 1.458 curtidas
 · 26 de agosto às 20:00 · 
Entra prefeito e sai prefeito e Itororo não consegue resolver o problema do lixão que invade a fazenda Cabana da ponte, poluindo o lençol freático e prejudicando toda a população local e a própria fazenda que tenta preservar o pouco q resta de floresta no sul da Bahia! A prefeitura de Itororo me envergonha! Esse lixão existe desde que sou criança!
Você pode fazer parte dessa causa postando em suas redes sociais a hashtag ‪#‎fimdoslixõesjá‬. Peça aos seus amigos que também se mobilizem para mudarmos essa triste realidade em favor do meio ambiente.
‪#‎fimdoslixoesja‬ ‪#‎diganao‬ ‪#‎lixao‬ ‪#‎bahia‬ ‪#‎meioambiente‬ ‪#‎cuidado‬‪#‎mundo‬

Esse povo mata a qualquer um que se aproxima de sua ilha

A Ilha Sentinela do Norte está entre Andaman e Nicobar, que é um grupo de 572 ilhas no Golfo de Bengala, localizado entre Mianmar e a Indonésia. Estas ilhas são formalmente uma parte da República da Índia, a fim de preservar a cultura distinta dessas terras.
A Ilha Sentinela do Norte é o lar dos Sentinelas, uma pequena tribo que é conhecida por energicamente resistir às tentativas de contato por pessoas de fora e tem habitado a ilha há milhares de anos. A ilha é completamente intocada pela civilização moderna e seus habitantes matam todos os estrangeiros que tentam chegar muito perto de suas terras. Ninguém jamais visitou essa ilha e saiu vivo. Eles atacam pescadores, jornalistas, antropólogos e representantes do governo com suas lanças e flechas.
Esse povo mata a qualquer um que se aproxima de sua ilha
Eles são os descendentes diretos das primeiras populações humanas que surgiram na África, e provavelmente vivem nas Ilhas Andaman há pelo menos 60.000 anos. Possivelmente nenhum outro povo neste planeta é tão isolado como os Sentinelas. Os seus números presentes são estimados entre 50 e 400 indivíduos. A ilha de 72 quilômetros quadrados é aproximadamente do tamanho de Manhattan e é de baixa altitude, muito arborizada e protegida por uma barreira de recifes de coral.

O fato de que sua linguagem é tão diferente até mesmo de outros ilhéus de Andaman sugere que eles tiveram pouco ou nenhum contato com as outras pessoas por milhares de anos. Os Sentinelas mantém uma sociedade essencialmente caçadora-coletora, obtendo a sua subsistência através da caça, pesca e coleta de plantas silvestres; não há nenhuma evidência de quaisquer práticas agrícolas.
Os Sentinelas até mesmo sobreviveram ao tsunami do Oceano Índico de 2004, o mais mortífero registrado na história, com poucas ou nenhumas vítimas. Estimativas sugerem que o tsunami matou mais de 230.000 pessoas nos países vizinhos, mas parece que os Sentinelas foram capazes de sentir a vinda do tsunami e fugir para áreas mais altas antes que a onde chegasse. Quando um helicóptero da Marinha indiana chegou três dias depois do evento para verificar a situação da ilha e soltar pacotes de comida na praia, um guerreiro Sentinela saiu da selva e avisou com um arco e flecha para o helicóptero sair, um sinal claro de que a tribo não queria a ajuda de pessoas de fora.
Esse povo mata a qualquer um que se aproxima de sua ilha
Hoje qualquer pessoa com um computador e acesso à Internet pode usar o Google Earth para espionar lugares que não são destinados a serem vistos por pessoas de fora. Mas quando você olha para a Ilha Sentinela do Norte na Baía de Bengala, tudo o que você pode ver é o naufrágio do Primrose, que ainda está preso no recife. Você não pode ver a tribo, suas habitações, ou qualquer outra coisa que possa lançar luz sobre quantas pessoas há na ilha, ou como elas vivem lá. A densa floresta que cobre cada metro quadrado da ilha, exceto as praias, esconde tudo. [Fontes: 1,2,3,4,5]

domingo, 30 de agosto de 2015

VASCO: Time completa 14ª partida sem fazer gol em 21 rodadas do Brasileirão

Vasco iguala seu recorde negativo de jogos seguidos sem fazer gols pela Série A


rafael silva vascoEnquanto a fase é de felicidade na Copa do Brasil após a classificação para as quartas de final, o Vasco vive um drama histórico quando o assunto é o Campeonato Brasileiro. Com a derrota deste sábado por 1 a 0 para o Figueirense, o Clube da Colina chegou ao seu sexto jogo seguido sem a balançar a rede pela competição, igualando um recorde negativo obtido no campeonato de 1986, logo no início daquela edição. 

Lanterna da competição com 13 pontos e apenas oito gols marcados após 21 da rodadas, o Vasco não faz a sua torcida vibrar com um gol no Brasileirão desde 26 de agosto, quando foi derrotado por 4 a 1 pelo Palmeiras, em São Januário. Riascos marcou na ocasião, aos 23 minutos do segundo tempo. Somando-se os minutos (sem contar os acréscimos), o Cruz-Maltino chegou a 562 sem marcar. Está a 18 minutos de empatar com a pior marca neste quesito também. 

Veja a sequência atual de jogos seguidos do Brasileiro sem fazer gol:

29/07 - Corinthians 3 x 0 Vasco (Arena Corinthians)
09/08 - Vasco 0 x 0 Joinville (Maracanã)
12/08 - Santos 1 x 0 Vasco (Vila Belmiro)
15/08 - Vasco 0 x 1 Coritiba (Maracanã)
22/08 - Goiás 3 x 0 Vasco (Serra Dourada)
29/08 - Vasco 0 x 1 Figueirense (Maracanã)

Veja a sequência de 1986:

31/08 - Náutico 1 x 0 Vasco (Arruda)
04/09 - Vasco 0 x 1 Bahia (São Januário)
07/09 - Vasco 0 x 1 Guarani (São Januário)
11/09 - Santos 0 x 0 Vasco (Pacaembu)
14/09 - Vasco 0 x 0 Cruzeiro (Maracanã)
21/09 - Rio Branco-ES 1 x 0 Vasco (Kléber Andrade)

Atacante não tem condições de jogo: Mesmo lesionado, Guerrero se juntará à seleção peruana para amistosos

Por Recife, PE

Guerrero sai mancando do Maracanã (Foto: Ivan Raupp)Guerrero teve de deixar o Maracanã na última quarta-feira, após empate com o Vasco, amparado (Foto: Ivan Raupp)
Mesmo com lesão ligamentar no tornozelo direito, Paolo Guerrero terá de viajar para os Estados Unidos, onde o Peru enfrentará a seleção local e a Colômbia em amistosos marcados para os dias 4 e 8 de setembro, respectivamente. O diretor executivo Rodrigo Caetano revelou que, após reunião entre médico da seleção peruana e os rubro-negros José Luiz Runco e Márcio Tannure, todos concordaram que o atacante não tem condições de atuar, mas contratos publicitários acabaram pesando na decisão da federação do país andino.
- Em contato conosco, o doutor Runco e o Tannure, que receberam o médico da seleção peruana no Rio, informaram que, apesar de o médico da seleção peruana ser contrário a ele atuar, a federação peruana entende que ele deva se apresentar. Com isso, nesta segunda-feira, está viajando, principalmente porque existem contratos publicitários para esses amistosos - afirmou Caetano, momentos após a vitória por 1 a 0 sobre o Sport, na Arena Pernambuco.
Caetano lamentou o ocorrido e disse que certamente a viagem atrapalhará a recuperação de Guerrero do problema no tornozelo, sofrido no empate por 1 a 1 com o Vasco, na quarta passada.
- Quem sai no prejuízo é o clube que paga o salário, porque com isso ele não vai fazer o tratamento adequado nesses dias por atender uma convocação em data Fifa. Não vai atuar, porque não tem condições. Vamos aguardar o retorno dele. 
Para o jogo desta quarta-feira, contra o Avaí, às 21h, na Arena das Dunas, além de Guerrero, o Flamengo não terá os laterais Pará (suspenso) e Jorge (convocado para a seleção brasileira olímpica) e Ederson, que, a exemplo do peruano, lesionou-se contra o Vasco.

Caminhão perde controle e esmaga carro em árvore; motorista escapou

Caminhão esmaga carro em árvore às margens da GO-080, em Nerópolis, Goiás (Foto: Divulgação/ PRE)Caminhão esmaga carro em árvore às margens da GO-080 (Foto: Divulgação/ PRE)
Um caminhão invadiu o estacionamento de um restaurante e esmagou um carro contra uma árvore às margens da GO-080, no perímetro urbano de Nerópolis, na Região Metropolitana de Goiânia, na tarde deste domingo (30). Ninguém se feriu, pois o dono do carro atingido estava dentro do estabelecimento.
O caminhoneiro, de 36 anos, não se feriu.  Ele contou aos militares da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) que perdeu o controle da direção da carreta.
“Ele disse que foi fechado por outro veículo e, para não bater, acabou jogando para o acostamento e acabou entrando na calçada, que, por ser mais larga, serve de estacionamento”, disse ao G1 o subtenente da PM Marcos Lopes.
O carro atingido, um VW Gol, ficou destruído e precisou ser guinchado do local. Já o caminhão pôde seguir viagem.
O tráfego no sentido de Goiânia a Nerópolis chegou a ficar parcialmente bloqueado no trecho. A situação foi regularizada 20 minutos depois, por volta das 13h30.
Carro ficou destruído após ser atingido por caminhão em Nerópolis, Goiás (Foto: Divulgação/ PRE)Carro ficou destruído após ser atingido por caminhão em Nerópolis, Goiás (Foto: Divulgação/ PRE)

Ato na Avenida Paulista tem tumulto e boneco inflável de Lula é esvaziado

Policiais separam os grupos contra (à frente) e a favor (ao fundo) do ato com o boneco inflável de Lula (esvaziado, à direita) na Avenida Paulista neste domingo (Foto: Cris Faga/Fox Press Comunicação/Estadão Conteúdo)Policiais separam os grupos contra (à frente) e a favor (ao fundo) do ato com o boneco inflável de Lula (esvaziado, à direita) na Avenida Paulista neste domingo (Foto: Cris Faga/Fox Press Comunicação/Estadão Conteúdo)
Organizadores do ato com o boneco inflável do presidente Luiz Inácio Lula da Silva vestido de presidiário decidiram terminar o protesto deste domingo (30) na Avenida Paulista antes do horário pretendido depois que um grupo de apoiadores do governo foi à avenida para confrontar a manifestação. O boneco foi inflado às 11h e seria desmontado às 15h, mas o tumulto fez os organizadores mudarem de ideia. O boneco foi esvaziado às 13h55.
A Polícia Militar precisou fazer um cordão de isolamento para separar os dois grupos. Com ânimos acirrados, o grupo contra o boneco gritava "Não vai ter golpe" e chamavam os manifestantes de "fascistas". Com bandeiras do Partido dos Trabalhadores, eles pediam para o boneco ser demontado.
Manifestantes com a bandeira do PT discutem com grupo que fez protesto contra o governo na Avenida Paulista (Foto: Vilmar Bannachi/Futura Press/Estadão Conteúdo)Manifestantes com a bandeira do PT discutem com grupo que fez protesto contra o governo na Avenida Paulista (Foto: Vilmar Bannachi/Futura Press/Estadão Conteúdo)
O grupo que organizou o ato, por sua vez, falou para os petistas irem protestar em outro lugar e afirmando que têm posições diferentes. Acusaram ainda os petistas de estarem recebendo R$ 50 para ir ao local. Antes, eles haviam discutido com um casal que se manifestou contra o boneco.
Os petistas comemoraram quando o boneco foi esvaziado e gritaram o nome de Lula. "Era para ficar mais tempo, mas não queremos conflitos", disse Heduan Pinheiro, de 34 anos, integrante do movimento Brasil Melhor e é um dos responsáveis por trazer o o boneco para Avenida Paulista.
"Vamos encerrar em respeito aos cidadãos. Vimos que em São Paulo não dá para se manifestar livremente. Mas se voltarmos a nos manifestarem aqui, estaremos muito mais preparados", completou.
Antes de o boneco ser esvaziado, manifestantes contra o governo discutiram com casal que reclamou do ato (Foto: Newton Menezes/Futura Press/Estadão Conteúdo)Antes de o boneco ser esvaziado, manifestantes contra o governo discutiram com casal que reclamou do ato (Foto: Newton Menezes/Futura Press/Estadão Conteúdo)
Mesmo após o boneco ser esvaziado, a discussão entre os dois grupos continuou. Por volta de 14h40, os manifestantes levaram o boneco embora e a multidão começou a dispersar. O boneco inflável de 12 metros de altura e 500 kg com a imagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com roupa de presidiário foi montado na manhã deste domingo na Avenida Paulista, na região central de São Paulo. Os organizadores do ato contra o ex-presidente e o governo federal levaram grades e contrataram seguranças particulares para proteger o boneco de atos de vandalismo, como o ocorrido na sexta-feira, quando o boneco foi furado por uma mulher que era contra o protesto.
Os organizadores colocaram o Hino Nacional em um alto falante enquanto desenrolavam o boneco de plástico para começar a encher de ar. O boneco foi inflado em frente ao prédio da Caixa Econômica Federal. A Avenida Paulista não foi fechada para veículos, como aconteceu no domingo passado.
Algumas pessoas protestaram contra a presença do boneco na Paulista. "Esse movimento é fascita", disse o professor universitário Adrian Carlo, de 51 anos. "Eu penso que é uma campanha de manipulação. Por que o Lula e não o José Dirceu? As pessoas gritam e não argumentam. Elas não querem se informar."
O boneco chamado de Pixuleco já havia aparecido na sexta-feira em dois pontos da capital, na Ponte Octávio Frias de Oliveira, a Ponte Estaiada, na Zona Sul, e na frente da Prefeitura de São Paulo, no Viaduto do Chá. Na tarde de sexta, a presença do boneco causou tumulto entre manifestantes a favor e contra o ato.
Ministro é vaiado
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, é abordado por manifestantes na Avenida Paulista (Foto: Dario Oliveira/Código 19/Estadão Conteúdo)O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, é abordado por manifestantes na Avenida Paulista (Foto: Dario Oliveira/Código 19/Estadão Conteúdo)
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, foi abordado por manifestantes anti-governo Dilma Rousseff no início da tarde desde domingo na Avenida Paulista. Cardozo caminhava na avenida com um outro homem quando passou a ser xingado e vaiado.
Em vídeo postado pelo movimento Revoltados OnLine, Cardozo afirma que "é uma manifestação democrática e tem que respeitar o povo". Ele disse à rádio CBN lamentar quando alguns manifestantes cometem excessos.
Cardozo entrou uma livraria que fica dentro do centro comercial e os manifestantes o seguiram. A loja chegou a ser fechada por alguns instantes. Cardozo, que é frequentador habitual da livraria, se manteve tranquilo o tempo todo.
Boneco inflável com a imagem de Lula é erguido na Avenida Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)Boneco inflável com a imagem de Lula é erguido na Avenida Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)
Boneco inflável com a imagem de Lula começa a ser montado protegido por grades na Avenida Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)Boneco inflável com a imagem de Lula começa a ser montado protegido por grades na Avenida Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)
Boneco inflável com a imagem de Lula é desenrolado sob os olhares de pessoas que passeiam na Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)Boneco inflável com a imagem de Lula é desenrolado sob os olhares de pessoas que passeiam na Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)
Boneco é inflado no pátio em frente à Caixa Econômica Federal, na Avenida Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)Boneco é inflado no pátio em frente à Caixa Econômica Federal, na Avenida Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)
Boneco com a imagem do ex-presidente Lula como presidiário começa a ser inflado na Avenida Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)Boneco com a imagem do ex-presidente Lula como presidiário começa a ser inflado na Avenida Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)
Boneco inflável com a imagem de Lula começa a ser erguido na Avenida Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)Boneco inflável com a imagem de Lula começa a ser erguido na Avenida Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)
Boneco inflável com a imagem de Lula é ser erguido na Avenida Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)Boneco inflável com a imagem de Lula é ser erguido na Avenida Paulista (Foto: Gabriela Gonçalves/G1)

Detento é flagrado ao tentar fugir de presídio em tonel de lixo na Bahia

Detento é flagrado ao tentar fugir de presídio em tonel de lixo na Bahia (Foto: Divulgação/Sinspeb-BA)Detento é flagrado ao tentar fugir de presídio em tonel de lixo na Bahia (Foto: Divulgação/Sinspeb-BA)
Um detento da cadeia da cidade de Vitória da Conquista, na região sudoeste da Bahia, foi flagrado tentando fugir da unidade prisional dentro de um tonel de lixo, na manhã deste domingo (30).
Segundo informações da 78ª Companhia Independente de Polícia Militar, Willian Santos Alves cumpre pena por roubo e é ajudante de serviços gerais na cozinha do presídio.
Detento é flagrado ao tentar fugir de presídio em tonel de lixo na Bahia (Foto: Divulgação/Sinspeb-BA)Após entrar em recipiente, detento cobriu cabeça para
não ser percebido. (Foto: Divulgação/Sinspeb-BA)
Ele aproveitou o momento em que estava sozinho para entrar no tonel. Em seguida colocou lixo por cima da cabeça, para evitar que fosse descoberto.
O recipiente seria retirado do presídio por um caminhão que faz a coleta de lixo, mas um dos agentes penitenciários desconfiou do peso e, ao abrir o tonel, percebeu que o detento estava dentro.
Em nota, o Sindicato dos Servidores Penitenciários da Bahia (Sinspeb) parabenizou os agentes que estavam de plantão na cadeia, que evitaram a fuga.
O caso será investigado pela Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap). O G1 não conseguiu contato com o órgão, na manhã deste domingo.
Detento é flagrado ao tentar fugir de presídio em tonel de lixo na Bahia (Foto: Divulgação/Sinspeb-BA)Detento é flagrado ao tentar fugir de presídio em tonel de lixo na Bahia (Foto: Divulgação/Sinspeb-BA)

OBRAS FEDERAIS PARADAS E QUEDA DO FPM

Neste período de retração da economia, os cofres municipais sofrem impacto direto na arrecadação e reflexos severos na relação receita X despesa. Diante da dificuldade, a União dos Municípios da Bahia (UPB) realiza nesta segunda-feira (31/8), às 10 horas, uma reunião ampliada com a presença de deputados e representantes de órgãos de controle (TCM, TCU, CGU e MPF).  O encontro é uma solicitação de prefeitos de diversas regiões do estado que reclamam dos transtornos vivenciados em seus municípios com o desequilíbrio financeiro das gestões. Além do arrocho nas contas públicas, a reunião discutirá obras federais paralisadas nos municípios da Bahia, devido a devido à falta do repasse de recursos.

De acordo com a presidente da UPB, prefeita Maria Quitéria, a ação é preventiva para que o gestor não tenha que responder por um impasse gerado por outro ente, visto que licitam os serviços com construtoras, mas as obras ficam paradas até que o valor empenhado pela União chegue aos cofres municipais.  Para se ter uma ideia, a UPB apresenta dados da Confederação Nacional de Municípios que apontam na Bahia a soma de R$ 2,9 bilhões em despesas prometidas e não pagas pela União na virada de 2014 para 2015.

O repasse do FPM acumulado deste ano apresenta uma redução de 2,72% em termos reais, comparado com o mesmo período de 2014. Sobre a escassez de recursos, Maria Quitéria completa: “chegamos a uma situação limite, alguns municípios não têm mais despesas para cortar sem que serviços essenciais como de saúde e coleta de lixo sejam atingidos”. Segundo a gestora o problema vem se alongando desde que medidas tomadas pelo governo federal, como a isenção do IPI e o congelamento do imposto de renda, fizeram com que os municípios perdessem R$ 121,454 bilhões entre 2008 e 2014. A Bahia foi o terceiro estado que sofreu o maior impacto dessas medidas, reduzindo as receitas em cerca de R$ 11 bilhões.

Os efeitos dessa crise financeira dos municípios são ainda mais severos nos municípios pequenos que dependem dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), cerca de 70% das cidades baianas. O prefeito de São Domingos, Domingos Nafitel, relata que a situação em seu município é crítica. “Está muito difícil de administrar porque os recursos caíram bastante e nós estamos com muito débito na prefeitura, sem pagar a folha de julho e sem recurso previsto para pagar a folha de agosto”, disse.

Questionado sobre as obras paralisadas em seu município, o gestor relatou que no momento está com quatro obras do governo federal em andamento e não estão sendo repassados os recursos necessários para finalização. O momento vivido pelas prefeituras baianas não é diferente de outras localidades no Brasil. Nos últimos dias, prefeituras do Ceará, parte das de São Paulo e do Piauí fecharam as portas em protesto. Prefeitos piauienses tomaram as ruas de Teresina para denunciar a queda das receitas e as dificuldades de governar sem recursos.

Informações Do site da UPB
Fonte: Joilson Costa
Postagem: Brankinho Mendes / ARILDO LEONE

O PROJETO DE LEI DAS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS DE POÇO REDONDO – UMA ANÁLISE

Rangel Alves da Costa*


Casualmente, chegou-me às mãos uma cópia do Projeto de Lei nº 09/2015, que dispõe sobre a qualificação de entidades sem fins lucrativos como Organizações Sociais, encaminhado em regime de urgência pelo prefeito municipal Roberto Araújo à presidência da Câmara Municipal de Poço Redondo, na pessoa de sua presidente Maria José de Andrade Lima.
Da leitura e análise do referido projeto, o primeiro aspecto a ser observado é que o mesmo aparenta ser uma simples cópia de documento similar elaborado em outro município. Impossível chegar a outra conclusão, principalmente pelo fato de o mesmo conter dispositivos incompatíveis com a realidade legislativa e administrativa de Poço Redondo.
Prova disso está na previsão contida no parágrafo único do art. 1º e no art. 9º, afirmando que o contrato de gestão será fiscalizado pelo “Tribunal de Contas do Município”. Até que se prove o contrário, não se tem conhecimento que haja um Tribunal de Contas em Poço Redondo.
Tal aspecto, logo conduz à verificação de que não se trata de um documento legislativo original ou ajustado à realidade municipal. A aprovação de um projeto de tal ordem pela Câmara Municipal, na forma como foi proposto, é assumir o risco de um descalabro administrativo ainda maior em Poço Redondo, vez que outorga poderes para que o prefeito municipal crie organismos de administração paralela ao próprio município, e estes com recursos da própria municipalidade. E traz outras graves consequências, como adiante será demonstrado.
Quando, na justificativa, o prefeito Roberto Araújo afirma que a finalidade das Organizações Sociais é permitir que a administração municipal transfira a estas a gestão de certas atividades, dotando tais organizações de verbas orçamentárias municipais, nada mais significa que organizações paralelas à prefeitura – porém atuando com dinheiro do município - e geridas por pessoas que certamente serão escolhidas e influenciadas pelo próprio poder municipal, chamarão para si a responsabilidade pela prática de ações que não vêm sendo realizadas a contento pela gestão municipal. Contudo, o objetivo é implicitamente outro.


Há um reconhecimento explícito da ineficiência administrativa da gestão municipal. Com a desculpa de que a ineficiência terá fim com a outorga de poderes para que organizações façam aquilo que a prefeitura não faz, o que se pretende é permitir uma administração paralela. E há de se indagar: se mesmo com as verbas municipais a prefeitura age de modo tão ineficiente, que eficiência deverá ser esperada de organizações que prestarão serviços com as mesmas verbas municipais? Transferem-se apenas as responsabilidades pelo caos administrativo.
Como bem diz o referido documento legislativo no art. 14, as organizações sociais prestarão atividades com recursos municipais. Mais uma vez comprova-se que a gestão municipal irá transferir valores dos cofres públicos para que as entidades atuem. Esvazia-se de um lado e abocanha-se do outro. A prefeitura deixa de exercer suas atividades precípuas e as transfere para as organizações. E surge um problema: Diferentemente da prefeitura, as organizações sociais estão dispensadas de fazer licitação quando contratarem com recursos do município.
Quando, no art. 13, o documento legislativo diz que as organizações sociais “ficam declaradas como entidades de interesse social e utilidade pública, para todos os fins legais”, é precisamente para lhe permitir um tratamento jurídico diferenciado. E tal tratamento diferenciado irá beneficiar tão somente a prefeitura municipal que, atuando através da organização, ficará dispensada de fazer licitações. Quer dizer, uma porta aberta para o surgimento de fraudes, desvios e outras práticas ilegais.
Demonstrado está que as organizações atuarão como entidades paralelas à administração municipal: com servidores da prefeitura (que serão transferidos para as organizações, por ato do prefeito, porém mantendo todos os direitos de origem), com dinheiro da prefeitura, com estrutura de funcionamento providenciada pela prefeitura, com controle interno do prefeito municipal, com Secretário Municipal responsável pela Comissão de Avaliação. Quer dizer, é outra prefeitura atuando como organização social.
De modo particular, opinando apenas como advogado, pesquisador, escritor e cidadão poço-redondense, creio que a Câmara Municipal não deve ou deveria ir de encontro ao bom senso. Seria total insensatez aprovar uma lei que reconhece a ineficiência administrativa do gestor municipal e em compensação cria uma administração paralela, através das organizações sociais. Organizações estas que atuarão com as já deficientes verbas municipais, mas com o único e exclusivo objetivo de estarem dispensadas de fazer licitações.
E em Poço Redondo, quando o assunto é licitação, praticamente todos os munícipes tem conhecimento dos problemas já ocorridos. Portanto, aprovar uma lei que justamente dispensa a licitação é atitude não só perigosa como irresponsável.


Advogado, escritor, orgulhoso filho de Poço Redondo
blograngel-sertao.blogspot.com

sábado, 29 de agosto de 2015

'Pixuleco' é rasgado no centro de São Paulo em meio a tumulto

'Pixuleco' é rasgado no centro de São Paulo em meio a tumulto
Foto: Reprodução/Youtube
Após circular pelas ruas de São Paulo nesta sexta-feira (28), o boneco inflável gigante do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vestido de presidiário foi rasgado no Viaduto do Chá, localizado no centro de São Paulo, em frente à prefeitura, causando confusão entre apoiadores e opositores do governo Dilma Rousseff. O boneco, que foi apelidado de Pixuleco, ficou famoso quando apareceu em uma manifestação pelo impeachment da petista, realizada em Brasília no último dia 16. 

Desde então, o Pixuleco começou a fazer um tour pelo país. O conflito começou quando um homem tentou danificar o equipamento utilizado para inflar o boneco. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, ele foi contido pela Guarda Civil Metropolitana (GMC) e hostilizado por manifestantes, que tentaram agredi-lo. O grupo interrompeu o trânsito na região por alguns minutos. O tumulto atraiu apoiadores do governo, que começaram a discutir com o primeiro grupo, até que alguém rasgou o boneco com uma faca. O estudante Emanuele Tomaziel, 21 anos, a quem foi atribuído o dano, negou que tenha rasgado o Pixuleco, mas foi preso pela GCM. Veja o momento da confusão no Viaduto do Chá:

Palestrante negro é barrado em portaria de hotel cinco estrelas que sedia seminário em São Paulo

O psicólogo norte-americano Carl Hart, referência internacional em políticas de drogas. Imagem: Simon Fraser University / Flickr CC
O psicólogo norte-americano Carl Hart, referência internacional em políticas de drogas. Imagem: Simon Fraser University / Flickr CC
No Seminário Internacional do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, o palestrante Carl Hart, professor associado de psicologia e psiquiatria da Universidade de Columbia, foi barrado pela segurança do hotel cinco estrelas Tivoli Mofarrej, que sedia o evento. A organização do Instituto teve que se mobilizar para autorizar a sua entrada no hotel.
Carl Hart é negro e veio a São Paulo palestrar sobre a guerra às drogas e como ela é usada para marginalizar e excluir parte da população. Antes de se tornar um cientista respeitado, com três pós-doutorados, e um dos maiores nomes sobre o estudo de drogas, era usuário de crack. Ele decidiu tornar-se especialista nos efeitos do crack para entender como a droga tinha destruído sua comunidade. E virou um neurocientista, com seus dreads e os três dentes de ouro.
Ao começar sua fala, provocou as mais de mil pessoas que estavam no auditório: "Olhem para o lado, vejam quantos negros estão aqui. Vocês deviam ter vergonha". Não havia nenhum negro na plateia.
Para Sérgio Salomão Shecaira, Presidente da Organização do Seminário, o fato evidencia racismo: "é bom para mostrar como vivemos em um país racista".
Até o momento, o Justificando não encontrou alguém para falar pelo hotel.
Atualização: Por telefone, Samuel entrou em contato com o hotel e foi informada de que não haveria nenhum funcionário apto a se pronunciar sobre o caso até segunda-feira. 

 Justificando

Os 25 mais incríveis e estranhos cruzamentos entre raças de cães

Os cachorros são, sem dúvida, uma das espécies mais variadas do planeta em termos de aparência. Afinal, foram milhares de anos de criação que geraram uma grande variedade de cores, tamanhos e formas. Mas é possível misturar raças distintas e combinar seletivamente suas principais características, sem prejudicar a saúde do animal. Quando isso acontece, o resultado final é uma combinação do melhor que duas espécies podem oferecer.
1. Pitbull + Husky
2. Schnauzer + Poodle
3. Corgi + Husky
4. Chow Chow + Husky
5. Poodle + Corgi
6. Husky siberiano + Poodle
7.  Corgi + Pastor alemão 
8. Husky Siberiano + Golden Retriever
9. Dachshund + Golden Retriever
10.  Yorkshire Terrier + Poodle
11. Basset Hound + Shar-Pei
12. Corgi + Pastor-de-Shetland
13. Chow Chow + Pastor alemão
14. Pug + Bulldog Inglês
15. Bulldog Inglês + Pastor alemão
16.  Pastor alemão + Shar-pei
17. Spitz alemão + Husky
18. Beagle + Pastor Alemão
19. Pug + Chihuahua
20. Corgi + Dálmata
21. Chihuahua + Beagle
22. Labrador + Husky
23. Spitz alemã + Husky
24. Chow Chow + Husky
25. Malamute-do-alasca + Pastor alemão


NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

FRAM MARQUES

Minha foto

MINHA PÁGINA:

MEU GRUPO: 

MEU SITE:

SIMPLES ASSIM...

HOJE APRENDI QUE VIVER É SER LIVRE, QUE TER AMIGOS É NECESSÁRIO, APRENDI QUE O TEMPO CURA, QUE LUTAR É MANTER-SE VIVO, QUE DECEPÇÃO NÃO MATA, QUE HOJE É REFLEXO DO ONTEM, QUE VERDADEIROS AMIGOS PERMANECEM QUE A DOR FORTALECE, QUE A BELEZA NÃO ESTA NO QUE TEMOS, MAS SIM NO QUE SENTIMOS! , E QUE O SEGREDO DA VIDA É VIVER,

LUTE, SONHE, PERDOE, CONQUISTE CADA SEGUNDO, POIS,
NA VIDA NÃO HÁ RETORNOS:
SÓ RECORDAÇÃO.

SE ALGUM DIA ALGUÉM LHE DISSER QUE SEU TRABALHO NÃO É DE UM PROFISSIONAL, LEMBRE-SE:
AMADORES CONSTRUÍRAM A ARCA DE NOÉ E PROFISSIONAIS CONSTRUÍRAM O TITANIC.
PORTANTO, ANTES DE RECLAMAR, LEMBRE-SE, NÃO SOU PERFEITO, MAS PROCURO A PERFEIÇÃO.




FRAM MARQUES

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA