Seguidores Vip

SEGUIDORES VIP

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Procissão de Sanfoneiros lembra Luiz Gonzaga em Teresina

sanfona..Cerca de 30 sanfoneiros arrastaram um público de pelo menos 200 pessoas pelo Centro de Teresina nesta sexta-feira (7), durante a 7ª edição da Procissão das Sanfonas. O evento é organizado pela Colônia Gonzaguiana no Piauí que, este ano, faz homenagem especial ao centenário de Humberto Teixeira, principal parceiro de composições de Luiz Gonzaga e que ao lado dele compôs Asa Branca.
A Procissão das Sanfonas é realizada todo mês de agosto, momento que marca a morte de Luiz Gonzaga ocorrida em 02 de agosto de 1989. A concentração ocorre sempre na Praça Saraiva, onde acontece a tradicional benção das sanfonas na Igreja de Nossa Senhora das Dores.
Wilson Seraine, um dos organizadores do evento, foi homenageado antes do início da procissão. Segundo ele, esse ano é especial pelo centenário, mas como todas as edições, celebra a boa música nordestina.
“Todos os anos muita gente vem e prestigia, esse ano não foi diferente. O Trio Gonzaga Lu e Xenhenhem são alguns dos nomes que vieram prestigiar a homenagem ao rei do baião”, afirmou.
Zenaide Ribeiro participa da procissão desde o início. Ela foi uma das fundadoras do grupo As Fulô do Sertão, formado por 4 mulheres admiradoras de Luiz Gonzaga. Em julho, a banda completa um ano.
sanfona
“As mulheres são tratadas com muito respeito e nós quisemos montar a banda pra mostrar que as mulheres participam ativamente dessa festa, não apenas acompanhando os homens. Luiz Gonzaga merece todas as homenagens porque cantou as nossas raízes. Quem não viveu essa época do sertão tem pai ou avós que viveram”, declarou.
Durante o percurso, a fã incondicional de Luiz Gonzaga que prefere ser chamada de Socorro Maravilha, dançou o baião pelo Centro de Teresina. “Danço enquanto a música tocar”, disse ela ao som de ‘Qui Nem Jiló’.
A procissão atravessou a Praça Saraiva e seguiu por volta das 16h pelo calçadão do Centro de Teresina até o Museu do Píauí, na Praça da Bandeira. Além de sanfoneiros, zabumbeiros e tocadores de triângulo animam o percurso.
Fonte: Cidadeverde.com
Foto: Wilson Filho
Forró Dicumforça
Postar um comentário

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

FRAM MARQUES

Minha foto

MINHA PÁGINA:

MEU GRUPO: 

MEU SITE:

SIMPLES ASSIM...

HOJE APRENDI QUE VIVER É SER LIVRE, QUE TER AMIGOS É NECESSÁRIO, APRENDI QUE O TEMPO CURA, QUE LUTAR É MANTER-SE VIVO, QUE DECEPÇÃO NÃO MATA, QUE HOJE É REFLEXO DO ONTEM, QUE VERDADEIROS AMIGOS PERMANECEM QUE A DOR FORTALECE, QUE A BELEZA NÃO ESTA NO QUE TEMOS, MAS SIM NO QUE SENTIMOS! , E QUE O SEGREDO DA VIDA É VIVER,

LUTE, SONHE, PERDOE, CONQUISTE CADA SEGUNDO, POIS,
NA VIDA NÃO HÁ RETORNOS:
SÓ RECORDAÇÃO.

SE ALGUM DIA ALGUÉM LHE DISSER QUE SEU TRABALHO NÃO É DE UM PROFISSIONAL, LEMBRE-SE:
AMADORES CONSTRUÍRAM A ARCA DE NOÉ E PROFISSIONAIS CONSTRUÍRAM O TITANIC.
PORTANTO, ANTES DE RECLAMAR, LEMBRE-SE, NÃO SOU PERFEITO, MAS PROCURO A PERFEIÇÃO.




FRAM MARQUES

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA