Seguidores Vip

SEGUIDORES VIP

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Após polêmica, Neymar pede respeito; relembre outras discussões

Depois do jogo contra o Atlético de Madrid, na última quarta-feira, Neymar saiu de campo com a orelha quente. O atacante marcou dois gols e ouviu declarações fortes dos adversários, dizendo que ele ainda teria muitos "problemas em sua carreira" por seu estilo. Nesta quinta, pelas redes sociais, o craque mandou uma mensagem aos críticos:
- Ninguém é obrigado a gostar de ninguém, mas existe uma coisa que se chama respeito.
Neymar Instaram - respeito (Foto: Reprodução)Neymar faz post em rede social pedindo respeito após polêmica com o Atlético de Madrid (Foto: Reprodução)


Gabi e Cani, autores das declarações, talvez não conheçam a história do camisa 11 doBarcelona tão bem. As discussões em campo não são novidade. O estilo ousado, os dribles e gols do atacante, e até as provocações com palavras, se tornaram marca registrada da defesa de Neymar contra os rivais que o caçam em campo.

Algumas delas mais inocentes, com um pouco de maldade, ou até usando só mesmo o futebol para responder, o craque do Barcelona já estampou muitas manchetes por brigas e confusões, confira as principais.
"Envergonhei a minha família"
A primeira grande discussão de Neymar talvez tenha sido a maior de sua carreira. Em um jogo do Campeonato Brasileiro de 2010, na Vila, contra o Atlético-GO, o atacante teve o pedido de bater um pênalti negado pelo técnico Dorival Júnior. Irritado, Neymar precisou ser controlado por Léo, mas gesticulou em direção ao árbitro e desrespeitou seu treinador. No vestiário os dois tiveram forte discussão. Neymar pediu desculpas, disse que ficou envergonhado, mas o não perdão de Dorival Junior resultou na demissão do treinador do comando do Santos.

"Estamos criando um monstro"
A frase do técnico Renê Simões é uma marca forte na carreira de Neymar, e aconteceu logo após o mesmo jogo da briga com Dorival. "Neymar não é um homem e nem um grande jogador, é projeto disso tudo, tem de ser educado logo", seguiu Simões. Foi depois deste jogo que o clube decidiu criar um departamento de gestão de carreira de suas estrelas: Neymar passou a ter um assessor próprio, psicólogo, fonoaudiólogo e passou a ser lapidado com mais cuidado.
"Vem, Neymar"
As "firulas" de Neymar são os principais geradores de confusão em campo. Em um jogo que Neymar fazia boa partida, deu chapéus e outros dribles, contra o Ceará, pelo Brasileirão de 2010, uma briga virou até funk. Revoltado com as represálias dos cearenses, no apito final, Neymar pisou no pé e bateu boca com João Marcos. O adversário respondeu chamando o santista para a briga, com a frase que depois virou música e febre em Fortaleza. O atacante foi para o vestiário, não participou da briga, e quem levou a pior foi o meia Marquinhos, agredido por um policial militar.
"Homens de preto"
Neymar também possui histórico de brigas com árbitros. A primeira mais grave foi no Campeonato Brasileiro de 2011, com Wilton Pereira Sampaio. Após levar um amarelo, o atacante se voltou de forma agressiva ao juiz da partida, disse que ele estaria de "palhaçada" e aplaudiu ironicamente. Neymar foi expulso, advertido por seu técnico, Muricy Ramalho. Depois chorou e pediu desculpas aos seus companheiros.

"Juiz ladrão vai sair de camburão"
De todas as quedas de braço que Neymar teve em sua carreira, essa possivelmente foi a que mais lhe causou dano. Fora de um jogo do Santos contra o Vitória pelo Brasileirão de 2010, e revoltado com atuação do árbitro Sandro Meira Ricci, Neymar postou em seu twitter "juiz ladrão, vai sair de camburão". Apesar de afirmar que as mensagens não foram postadas por ele, o atacante foi processado por Ricci e condenado a pagar 15 mil reais.
"Fair Play"
Na estreia da Copa América de 2011, Neymar teve a primeira confusão pela Seleção Brasileira. Após o empate em 0 a 0, o técnico da Venezuela foi para cima do atacante com xingamentos, e o brasileiro não revidou, mas teve de ser protegido pelo técnico Mano Menezes. A reclamação do adversário foi por Neymar não ter jogado uma bola para fora para atendimento de um venezuelano, e quase marcar um gol na sequência.

"Espreme essa laranja, meu filho!"
Na Libertadores de 2011, quando foi campeão, e na de 2012, Neymar teve atuações memoráveis. Uma delas motivada por uma confusão. Jogando na altitude, com pressão do Bolívar,  e gripado, o atacante foi caçado e hostilizado pela torcida durante a partida inteira. Quando foi cobrar um escanteio foi ao chão, atingido por uma laranja em cheio no rosto. Desta vez, Neymar se segurou e respondeu com futebol. Declarou: "Eu só tenho uma coisa para falar, o jogo não é só de ida". Coitado do Bolívar que pagou o pato. Na volta, Neymar, reverenciado na Vila, fez dois na histórica goleada por 8 a 0. 
"Queria quebrá-lo todo"
O Campeonato Paulista de 2013 foi o último de Neymar pelo Santos e o mais polêmico. Visivelmente muito acima do nível da competição e de seus adversários, o atacante fazia o que queria com a bola dentro de campo, e muitos não levaram isso esportivamente. Contra o Botafogo de Ribeirão Preto, Neymar deu dois dribles espetaculares para cima de Nunes, e depois ainda tentou uma carretilha sem sucesso. O adversário, que já havia brigado com este elenco do Santos na final do Paulista de 2010, se segurou no momento, mas depois soltou  a boca: "Eu pensei duas vezes, queria quebrá-lo todo. No lance da carretilha eu ia grudá-lo na tela. Neymar estava faltando com respeito".
"Tira a mão de mim"
Em um duelo contra a Ponte Preta, pelo mesmo Paulista de 2013, ao sentir um soco desnecessário, Neymar foi discutir com o zagueiro Artur, e o adversário pegou seu rosto com uma das mãos. O atacante deu dois tapas no rival e os dois foram expulsos. Na súmula, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira relatou que Neymar iniciou a confusão com um chute por baixo.
"Macaco?"
Jogando em Itu, ainda por este Paulista, Neymar começou a discutir com o técnico do Ituano, Roberto Fonseca. Perguntou: "Você me chamou de macaco?", e se virou ao árbitro e seus assistentes para reclamar da ofensa. O treinador rebateu dizendo que havia chamando Neymar de cai-cai e que ele estaria surdo. O caso foi investigado pela CBF, mas ninguém foi punido.

"Fala muito"
Ficando mais a vontade com seu futebol, naturalmente Neymar começa a driblar mais e dar suas demonstrações de confiança que irritam tanto os adversários - como aconteceu contra o Atlético. Mas o brasileiro já havia passado por um entrevero antes nesta temporada, jogando fora de casa, contra o Sevilla. Ele chegou a marcar um dos gols na goleada por 5 a 1, e, após o apito final, deuduas cabeças em Coke, com quem discutia. Separado por companheiros, Neymar foi embora fazendo sinal de "fala muito".


Postar um comentário

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

FRAM MARQUES

Minha foto

MINHA PÁGINA:

MEU GRUPO: 

MEU SITE:

SIMPLES ASSIM...

HOJE APRENDI QUE VIVER É SER LIVRE, QUE TER AMIGOS É NECESSÁRIO, APRENDI QUE O TEMPO CURA, QUE LUTAR É MANTER-SE VIVO, QUE DECEPÇÃO NÃO MATA, QUE HOJE É REFLEXO DO ONTEM, QUE VERDADEIROS AMIGOS PERMANECEM QUE A DOR FORTALECE, QUE A BELEZA NÃO ESTA NO QUE TEMOS, MAS SIM NO QUE SENTIMOS! , E QUE O SEGREDO DA VIDA É VIVER,

LUTE, SONHE, PERDOE, CONQUISTE CADA SEGUNDO, POIS,
NA VIDA NÃO HÁ RETORNOS:
SÓ RECORDAÇÃO.

SE ALGUM DIA ALGUÉM LHE DISSER QUE SEU TRABALHO NÃO É DE UM PROFISSIONAL, LEMBRE-SE:
AMADORES CONSTRUÍRAM A ARCA DE NOÉ E PROFISSIONAIS CONSTRUÍRAM O TITANIC.
PORTANTO, ANTES DE RECLAMAR, LEMBRE-SE, NÃO SOU PERFEITO, MAS PROCURO A PERFEIÇÃO.




FRAM MARQUES

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA