Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

BAHIA: 14 dos 18 municípios do Semiárido Nordeste II têm gestão fiscal em situação crítica, segundo índice da Firjan

Os outros quatro se encontram em condição de dificuldade; confira como está o seu

Jeremoabo

Jeremoabo possui pior índice da região - Reprodução/Baianolândia

A Firjan divulgou nesta quinta-feira (31), o seu Índice de Gestão Fiscal (IFGF) para o ano de 2018, estudo que analisa as contas das cidades brasileiras com base em quatro indicadores: autonomia, gastos com pessoal, liquidez e investimentos.
No Semiárido Nordeste II, região do Nordeste Baiano composta por 18 municípios, o índice aponta uma panorama preocupante para todo o bloco. 14 das suas cidades se encontram em situação crítica, quando as notas no IFGF não passam de 0,4, em uma escala, que vai até 1,0; e outras quatro estão com notas que vão de 0,4 a 0,6, quadro considerado pela Firjan, como de dificuldade ( com nota de 0,6 a 0,8 a gestão é considerada boa; já de de 0,8 até 1,0 é classificada como de excelência).
A pior situação entre todos os municípios do Semiárido Nordeste II é verificado em Jeremoabo, onde o IFGF fica abaixo de 0,1 (0,0489), figurando na 407ª posição na Bahia. Novo Triunfo também é outra cidade da região que tem nota abaixo de 0,1, ficando com o 16º pior índice do estado, dentre as 412 municípios pesquisados (0,0892).
Já na posição contrária da tabela, quando levado em conta apenas a região do Semiárido Nordeste II, está a cidade de Banzaê, com a melhor pontuação (0,5488), que a coloca na posição de 60ª no estado em gestão fiscal. Apesar de se destacar perante seus circunvizinhos, o município de Banzaê ainda fica posicionado em uma condição de dificuldade (entre 0,4 e 0,6) no índice da Firjan; outras três cidades da região estão na mesma situação – Ribeira do Pombal, Ribeira do Amparo e Euclides da Cunha.
Confira a seguir, como o seu município foi avaliado pelo IFGF 2019 (análise de 2018) e a sua posição no estado:
MunicípioÍndicePosição na Bahia
Adustina0,2800255º
Antas0,2534277º
Banzaê0,548860º
Cícero Dantas0,3172223º
Cipó0,2489287º
Coronel João Sá0,2676266º
Euclides da Cunha0,4329133º
Fátima0,3218214º
Heliópolis0,2623270º
Jeremoabo0,0489407º
Nova Soure0,2243311º
Novo Triunfo0,0892397º
Paripiranga0,2562275º
Pedro Alexandre0,2802254º
Ribeira do Amparo0,500092º
Ribeira do Pombal0,4594115º
Santa Brígida0,1125387
Sítio do Quinto0,2884246º
Sertão em Pauta.

Nenhum comentário:

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA