Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Mulheres gordas e negras fazem ato no Porto da Barra contra o preconceito



Movimento Vai Ter Gorda promove autoestima e ataca ‘ditadura da magreza’
Mulheres gordas, negras, felizes e orgulhosas. Participantes do Movimento Vai Ter Gorda se juntaram neste domingo (10), no Porto do Barra, em Salvador, para mais uma ação contra a gordofobia e, especialmente, contra o preconceito racial.
Sem ligar para os olhares atravessados de alguns banhistas, elas posaram para várias fotos durante o ‘Pretas Gordas na Praia’, uma iniciativa da Casa Ninja e que contou a presença especial da happer carioca Preta Rara. 
De acordo com a produtora cultural Adriana Santos, coordenadora do grupo, o evento teve uma excelente recepção entre os banhistas. “No início elas têm um impacto: ‘o que é isso? Várias gordas na praia’. Nunca foi proibido, porém fazemos o trabalho de mostrar a face do preconceito e descortinar ele da mente das pessoas”, comentou ela, que é a primeira Miss Plus Size Bahia.
“Tivemos grandes avanços e elas têm perdido o medo de ir à praia. Não apenas isso. Elas têm tido coragem de enfrentar o mercado de trabalho”, complementa Adriana, ao lembrar que o movimento visa incentivar a valorização das mulheres gordas.
Ela explica que as ações têm tido um impacto efetivo em várias mulheres e comemora. “O sentimento é de alegria, pois estamos conquistando novos espaços no mercado de trabalho, na moda. Políticas públicas de saúde têm acontecido de forma gradual, na assistência a mulheres gordas”, menciona Adriana, que organiza eventos do tipo desde 2016, quando o grupo surgiu.
Este foi o sexto "Vai Ter Gorda na Praia" em Salvador. O próximo ato está sendo programando para a Praia da Ribeira, na Cidade Baixa, que, segundo Adriana, “concentra grande número de mulheres gordas”. A data do novo encontro ainda será divulgada.
CORREIO DA BAHIA

Nenhum comentário:

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA