Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

André Moura: Deputado diz que vai distribuir 4 mil casas populares de programa federal; ‘Doa a quem doer’

Brasília - O deputado André Moura se anuncia como líder do governo em coletiva na Câmara (Antônio Cruz /Agência Brasil)
(Foto: Agência Brasil)
O deputado federal André Moura (PSC-SE), líder do governo de Michel Temer na Câmara, disse no comício da mulher, candidata a prefeita do município de Japaratuba (SE), que irá “botar recurso” na cidade do jeito que ela quiser. “Agora, o que você quiser, eu boto recurso aqui para você fazer. Se é ambulância vai ter, se é posto de saúde vai ter, se é educação vai ter, se é asfalto vai ter, se é casa popular…”.
Tocador de áudio
André disse em seu discurso que a distribuição das casas populares será uma atribuição exclusiva dele, e não do Executivo. “Nós vamos agora construir, o governo federal, o presidente da República do qual eu sou o líder, vai construir 70 mil casas populares no Brasil. Destas 70 mil, 4 mil vão ser para Sergipe. E sabe quem é o único cara de Sergipe, no meio de 2 milhões de sergipanos que existem, o único que vai distribuir aonde vão ser construídas essas 4 mil casas? André Moura. Fazer o quê? Doa a quem doer”, disse.
Explicação
André Moura alega que a gravação do discurso foi cortada e veiculada numa rádio de Aracaju que pertenceria a rivais políticos.
Sobre André Moura
Em 2015
André Moura foi denunciado pelo Ministério Público ao Supremo Tribunal Federal (STF). Foram abertos inquéritos (apropriação, desvio ou utilização de bens públicos do Município de Pirambu), no período de janeiro de 2005 a janeiro de 2007. O deputado já foi prefeito de Pirambu por dois mandatos (de 1997 a 2004). De acordo com a denúncia, ele teria continuado a usufruir de bens e serviços custeados pela administração do município, como gêneros alimentícios, telefones celulares, veículos da frota municipal e servidores que atuavam como motoristas. Em um dos inquéritos, o deputado foi denunciado por suposto crime de formação de quadrilha.
Mandato cassado
A Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe (PRE/SE) moveu uma ação em 2006 pedindo a cassação de André Moura, deputado estadual na época. O parlamentar chegou a perder o mandato acusado de compra de votos e uso da máquina administrativa estadual na eleição de 2006. Às vésperas das eleições daquele ano, a Polícia Federal apreendeu um carro com R$ 150 mil em dinheiro e material de campanha de André Moura. Parte desse dinheiro seria utilizado na campanha e não passou pela conta bancária específica da campanha do candidato, o que é proibido. A relatora do processo, desembargadora Susana Maria Carvalho Oliveira, votou pela cassação do mandato e lembrou que as contas da campanha de 2006 de Moura já haviam sido rejeitadas pelo próprio TRE-SE por conta desta irregularidade.
Em 2013
O juiz Rinaldo Salvino do Nascimento, da Comarca de Japaratuba, condenou o deputado por improbidade administrativa, por atos cometidos na Prefeitura de Pirambu. De acordo com o juiz, o prejuízo chegou a mais de R$ 40 mil, entre janeiro de 2005 e fevereiro de 2007, por usarem linhas telefônicas celulares pagas pela Prefeitura de Pirambu.
Lava-Jato
André Moura está sendo investigado pela Procuradoria Geral da República na Lava-Jato. Além dele, um grupo de deputados e ex-deputados aliados do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), tornou-se formalmente investigado na Lava Jato pelos crimes de corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro. Dos nove, quatro exercem mandato: André Moura (PSC-SE), Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), Altineu Côrtes (PMDB-RJ) e Manoel Júnior (PMDB-PB).
Foram contabilizados mais de 30 requerimentos apresentados pelos parlamentares que miravam a Schahin, pedindo contratos com a Petrobras, operações de câmbio, sinistros pagos por seguradoras, auditorias de órgãos de controle e convocações para depoimentos.

 Jornal de Sergipe

MULTA TCM RIBEIRA DO AMPARO: Denúncia referente à Câmara Municipal


Processo nº 04352-16 - Denúncia referente à Câmara Municipal de RIBEIRA DO AMPARO.  

Gestora/Responsável:  Sra.  Eulina  da  Silva  de  Amorim.  

Denunciante:  Sra. Tetiana de Paula Cedro Brito. 

Relator: Conselheiro José Alfredo Rocha Dias. 

Decisão: Parcialmente procedente, com aplicação de multa à Gestora no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais). 

Votaram com o Relator: Conselheiros Fernando Vita,  Paolo Marconi, Plínio Carneiro Filho e Mário Negromonte. 

Foi Presente o Ministério Público Especial de Contas, representado pela Procuradora-Geral, Dra. Aline Paim Monteiro Rego Rio Branco.  

Ato: Deliberação nº 04352/16/2016.

Por Joilson Costa, Rádio Pombal FM, com pesquisa no DO TCM-Bahia, 31 de agosto 2016. 

terça-feira, 30 de agosto de 2016

ARACAJU: Cantor é atingido por tiros em tentativa de assalto e tem dedos amputados

Cantor é atingido por tiros em tentativa de assalto e tem dedos amputados
(Foto: Sergipe Notícias / WhatsApp)

A tentativa de assalto aconteceu na madrugada desta segunda-feira (29/08), no bairro Lamarão, em Aracaju (SE).
O cantor Adailton Sampaio, 31 anos, voltava de um show quando foi abordado. A vítima reduziu a velocidade do carro para passar por um quebra-mola, quando os assaltantes se aproximaram. Com uma arma calibre 12, um dos criminosos atirou em Adailton, que foi socorrido e encaminhado para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Os tiros atingiram a mão esquerda do cantor que acabou perdendo dois dedos.

 Jornal de Sergipe

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Tempo e História - Tobias Barreto

Resultado de imagem para TOBIAS BARRETO - TEMPO E HISTORIA

Toda pessoa que ama alguém devia ler esse texto que Fernanda Gentil escreveu ao perder um amigo

R7.COM
Desde ontem está ecoando na minha cabeça o texto abaixo, que a jornalista Fernanda Gentilpublicou em seu instagram. Ela escreveu essas palavras após a perda de um amigo, Pedro Ivo Salles, de 33 anos, editor do 'Jornal Nacional' que morreu nesta semana, após um acidente de moto.
Não tenho mais o que dizer, além de que fiquei emocionado e achei que todo mundo que ama alguém — seja um amigo, irmão, sobrinho, pai, mãe, vizinho — deve e merece ler o que ela escreveu. Que Deus conforte o coração de Fernanda Gentil, da família e das demais pessoas próximas de Pedro Ivo.
Fernanda Gentil texto para amigo Pedro Ivo Toda pessoa que ama alguém devia ler esse texto que Fernanda Gentil escreveu ao perder um amigo
Amigos, vamos parar!!!! Vamos parar porque hoje perdemos nosso Pedro Ivo!
Novo, querido, recém-casado, pai em poucos meses... Vamos parar, por favor, porque amanhã pode ser o Pedro Ivo de vocês.
Vamos parar de nos estressar por arranharmos nosso carro, de brigar com o vizinho por música alta, de ficar com raiva por esquecermos algo em casa. De um minuto pro outro, Pedro Ivo se foi. Vamos parar de discutir relacionamentos por besteira, de julgar os outros pela cor da pele, classe social, peso corporal ou gosto sexual.
Vamos parar de sofrer por vaidade. De acreditar que crachá conta, que salário define, que cargo manda. Vamos parar de acreditar que a vida acontece da catraca do trabalho pra dentro.
A vida é lá fora — é onde tudo acontece, é onde a gente luta por ela de verdade..... e onde a perdemos também. É pra lá da catraca que estão nossos filhos, pais, irmãos e sobrinhos, e eles muitas vezes não podem nos esperar.
Vamos parar de nos agredir e machucar. Parar de matar. Vamos parar, gente!!!! Parar de gastar tanta energia com a perda de um emprego, uma nota baixa ou um amor não correspondido. O tempo tem que ser gasto com o que requer tempo... porque o tempo não volta. O Pedrinho não volta.
Paremos, simplesmente, de PER-DER-TEM-PO com "falsos golpes" da vida. Pancada mesmo é o que não dá pra consertar. O Pedro foi uma pancada da vida, e virou uma lição também — pra gente aprender, de uma vez por todas, que quem a gente vê todo dia não vai estar aqui todos os dias.
Vamos valorizar. Pedro estava ontem, e hoje não estava mais. Um dos corações mais puros daquela redação foi embora sem nem avisar, mas eles normalmente não avisam mesmo; a gente é que tem que estar sempre avisando a eles, e só assim estaremos plenos e de consciência tranquila no dia em que eles forem embora sem dar tchau.
Distribuam, sempre, pequenos avisos:
"Te amo"
"Parabéns"
"Saudade"
"Bom dia"
"Volta logo"
"Belo texto"
"Gosto muito de você"
"Obrigada"
"Boa noite"
"Dorme bem"
Meu aviso de hoje vai pra ele, claro: "Descanse em paz."
Pedro Ivo Toda pessoa que ama alguém devia ler esse texto que Fernanda Gentil escreveu ao perder um amigo
Pedro Ivo: editor do 'JN', ele sofreu um acidente de moto e não resistiu

RIBEIRA DO AMPARO: Luiz Vilson dos Santos é o presidente do PHS ribeirense


No município de Ribeira do Amparo, segundo DivulgaCan 2016,são os seguintes os pedidos de registro de candidaturas a vereador do PHS: Deusdete Soares da Silva; Jailton Alves de Souza; Josefa Olivia dos Santos; Josefa Alves de Souza, Pedro Cândido Damacena; Walter Cardoso de Santana. As candidaturas dos mesmos, como os demais pedidos dos outros partidos, estão aguardando julgamento.

O PHS de Ribeira do Amparo não está participando de nenhuma das coligações que vão disputar a eleição para cargo de prefeito, que tem como candidatos, Galo Cego, Germano e Teti Britto, e também não se coligou com nenhum outro partido para a disputa do cargo de vereador.  

O motivo seria qual Comissão Provisória do PHS que estaria valendo. A disputa esteve na Comarca de Cipó, que deu decisão para a permanência da mesma para eleitores ligados a candidatura de Germano, posteriormente o TJ-Bahia reformou a decisão, entregando a comissão provisória para eleitores de Teti Brito. O PHS de Ribeira do Amparo realizou duas convenções, dentro do prazo legal. 

Segundo Certidão emitida no sábado, 28 de agosto 2016, ás 13 horas e 41 minutos, pela Justiça Eleitoral, a presidência do PHS ribeirense pertence Luiz Vilson dos Santos, de 01 de abril 2016 a 01 de janeiro 2017, este ligado ao grupo politico da prefeita Teti Brito.

Em razão da situação relatada acima, temos um clima de grande expectativa entre o eleitoral ribeirense,  além do aguardo do julgamento de outros pedidos de inpugnação feita pela coligações de Teti Brito e Germano.  Uma boa causa para bons advogados. 

Por Joilson Costa, Rádio Pombal FM. 

domingo, 28 de agosto de 2016

Tico Santa Cruz intimado a depor na CPI da Cultura

BrasilVerdeAmarelo
Tico é o artista mais ‘revoltado’ com a criação da CPI da Cultura. Sabe-se que o Grupo“Detonautas”, que ele faz parte, teve autorização para captar 1 milhão de reais pela Lei Rouanet para uma série de 25 shows ao vivo em 2013. O músico defende veemente que a cultura não deve ser investigada por nenhuma CPI, a justificativa dada por ele é que isso seria “censura”. Pelo seu posicionamento contra a transparência nas contas públicas do Ministério da Cultura e por ele mesmo ter sido autorizado pelo MinC para captar 1 milhão de reais, especula-se nos bastidores que ele será um dos primeiros intimados da CPI.
A CPI da Rouanet foi proposta pelo deputado  Alberto Fraga do DEM, que já conseguiu o número de assinaturas para instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito.
O músico faz sucesso nas redes sociais por postagens defendendo Lula, Dilma e o PT.

Jerônimo Reis Neto, candidato à prefeitura de Lagarto: Acusado de falsificar certificado de conclusão do ensino médio

Twitt






Jerônimo Reis Neto, candidato à prefeitura de Lagarto na coligação "Renovação e Trabalho", corre o risco de ter sua candidatura impugnada por supostamente falsificar o Certificado de Conclusão do Ensino Médio. A declaração, expedida pelo Colégio Estadual Vitória de Santa Maria, contesta o documento que foi apresentado pela coligação que comprovava a formação do candidato.
Segundo um documento expedido pela Instituição de Ensino Estadual, além do documento não está nos arquivos, "as assinaturas do secretário e do diretor não são legítimas", como confere na imagem abaixo.














Jerônimo Reis Neto disputa a eleição em Lagarto contra outros seis candidatos, incluindo o deputado estadual Valmir Monteiro (PSC). 
Sergipe Notícias

Prefeito de Poço Verde, Tiago Dória, oficializa renúncia de candidatura

Tiago Dória fora da eleição
O prefeito de Poço Verde, Tiago Dória, oficializou o que aqui noticiamos. Ele não é mais candidato à reeleição pela coligação Juntos somos fortes, que reúne os partidos PT, PC do B, PDT, PP, PSB e PPL. Em nota divulgada neste sábado (27), o prefeito enaltece o seu mandato com as ações positivas, mas não reconhece os seus erros. Até mesmo não admitiu que a renúncia à candidatura decorreu de forte rejeição junto ao eleitorado. Justificou como motivo a frágil saúde de sua mãe. Também não justificou o porquê dos atrasos de salários e nem mesmo deu esperanças de resolver o problema. Veja a nota na íntegra a seguir:

"Cidadãos poçoverdenses, amigos, eleitores e familiares. A cada dia o tempo nos cobra as atitudes e posturas que a maturidade nos impõe. Maturidade essa que se expressa nas nossas ações diárias com nossos familiares, amigos e cidadãos, seja na vida pessoal, profissional ou na vida pública. Entrei para a vida pública por entender que poderia contribuir para juntos fazermos da nossa Poço verde um lugar melhor para vivermos e criarmos os nossos filhos"

Obras e serviços - "Nesse percurso iniciamos um projeto de transformação da nossa cidade com a eleição de Toinho de Dorinha, realizando diversas obras que orgulham nossos cidadãos e que trouxeram o progresso para nosso povo. Essas ações, construídas coletivamente, fizeram de Poço verde uma cidade maior, melhor e mais justa, através da geração de emprego, da valorização dos serviços e do servidor público. Dando continuidade a esse projeto, nas últimas eleições, coloquei o meu nome à disposição e tive a honra de ser agraciado com os votos da maioria do eleitorado, recebendo a atribuição de conduzir os rumos do nosso município. Nesses anos de gestão pública, busquei sempre tomar as decisões que melhor atendessem aos anseios do nosso povo. Em nossa gestão demos continuidade à valorização dos serviços e dos servidores públicos, fatos constatados nos reajustes salariais, nos índices de melhoria nos serviços de saúde e educação, na valorização dos artistas, da cultura e do esporte local. Trabalhamos duro, levando ações e serviços públicos a todos os segmentos da nossa sociedade, juventude, mulheres, terceira idade, para as populações do campo e da cidade. Seria injusto não mencionar aqui as conquistas, apoio dado aos estudantes universitários através de transporte e moradia, a regularização fundiária do meio rural, a pavimentação de ruas e saneamento básico em diversas ruas e avenidas, a realização de eventos esportivos e culturais, e principalmente, o atendimento igualitário e de qualidade a todos os cidadãos e cidadãs que buscaram os serviços públicos"

Salário - "Embora estejamos vivendo um momento de crise financeira em todo o país, mantivemos todos os serviços públicos funcionando e atendendo todos os cidadãos que precisaram. Ao contrário do que tem acontecido em muitos municípios durante quase toda nossa gestão mantivemos os salários do funcionalismo público religiosamente em dias e principalmente, não reduzimos nenhum direito trabalhista, ao contrário, ampliamos a conquista dos servidores. Dediquei-me intensamente a busca de uma melhor qualidade de vida para o nosso povo, lutando mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo as pressões constantes, suportando tudo em silêncio, muitas vezes renunciando à mim mesmo e a minha Família para defender o povo. Dedicação esta que ainda mantenho, pretendendo doar-me ainda mais pelo bem da nossa população. Porém, muitas vezes o destino nos faz, de forma dura inverter as nossas prioridades"

Justificativa - "É de conhecimento de todos as dificuldades e a batalha que minha família tem travado pela saúde de minha mãe. E nesses momentos se torna difícil fazer escolhas que não seja, ficar juntos de nossos familiares mesmo querendo estar ao lado do povo. Em função dessa situação, venho a público anunciar a minha desistência da reeleição para prefeito de Poço verde, essa foi uma das decisões mais difíceis de minha vida, mas foi uma decisão para poder concluir meu ciclo inicial de forma digna, derrubando certos paradigmas de qualquer pleito, hoje decidi: passar por cima da vaidade e do orgulho!"

Futuro - "faço questão de manifestar a nossa postura firme em defesa do projeto de desenvolvimento que construímos em nosso município através da candidatura de dr Eduardo é dona Edna Dórea. Não renunciarei, porém, aos meus ideais e convicções. Lutarei de peito aberto ao lado de nossos amigos para que nossa cidade continue no rumo certo, gerando progresso e melhorando a qualidade de vida do nosso povo. Que Deus nos dê forças para enfrentar todas as batalhas dessa vida e que o BEM, o BOM e o JUSTO sempre prevaleçam!"

Agora é esperar quem vai assumir a cabeça de chapa. Já se sabe que Edna Dória se afastou do serviço público e poderá concorrer, pelo menos foi esta a informação passada. Mas muitos não estão animados com a ideia de a esposa de Toinho de Dorinha ser a vice de Dr. Milton Ricardo. Querem o inverso. Mas essa decisão deve ser tomada nas próximas horas porque o tempo conspira contra os governistas. Do outro lado, os opositores cantam vitória ou, pelo menos, soboreiam o momento favorável. Mas política é um processo muito dinâmico. Não dá para cantar vitória antes de o juiz apitar o final da peleja.  

Landisvalth Lima

sábado, 27 de agosto de 2016

A cada dia surge um candidato do PT sem vermelho e sem estrela


































FONTE: IMPRENSA VIVA




FGTS: Caixa Perde Recurso e Milhares de Trabalhadores vão Receber as Correções.


STJ julga improcedente o recurso impetrado pela Caixa Econômica Federal em ações relativas ao FGTS
o Superior Tribunal de Justiça – STJ cassou a liminar que suspendia o tramite das ações conhecidas como revisão do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e conheceu e negou provimento ao recurso interposto pela Caixa Econômica Federal visando manter a taxa de revisão do FGTS pela TR.
O Ministro Relator Rudolff Fischer a TR não representa a correção real das perdas dos trabalhadores frente à desvalorização da moeda e a inflação causando, então, prejuízos aos empregados. Ainda, segundo Fischer, o julgamento do recurso servirá de parâmetro para as outras instâncias do Poder Judiciário.
Entenda o caso:
No decorrer do ano de 2013 houve uma avalanche de ações impetradas por sindicatos e trabalhadores invadiu a Justiça Federal em todas as comarcas do Brasil. O objetivo das demandas é fazer a revisão da taxa de revisão do FGTS a partir de 1999 quando este deixou de ser corrigido pela inflação.
fgts

Advogados e sindicalistas reclamam da perda monetária causada pela aplicação da TR e querem a correção seja feita por outros índices oficiais como, por exemplo, o INPC.
Entenda mais, com esta matéria da Revista Superinteressante:
Por Alexandre Versignassi, em 24/04/2015
Tem dois jeitos bons de fazer dinheiro sumir. Um é picar notas de R$ 50 para fazer confete. Outro é ter uma conta no FGTS.
Pense em R$ 1.000. Se depositaram essa grana no seu FGTS no ano 2000, hoje ela vai ter rendido 98%. Os R$ 1.000 viraram R$ 1.980.
Parece ok, mas tem um problema. Nesses 15 anos, a inflação acumulada foi de 213%. O que você comprava com R$ 1.000 na virada do século hoje só dá para levar para casa com mais de R$ 3.000. Mais exatamemte, R$ 3.133, pelo menos segundo o INPC, o índice que cobre a inflação dos produtos consumidos pela maioria que ganha pouco, entre 1 e 5 salários mínimos. Se existisse um índice mais coxa, balizado só por preço de vinho, sedã e restaurante de toalha branca, a coisa iria para quase 10 paus.
Mas vamos ficar só no INPC mesmo, para não parecer que é apelação. Bom, só nisso, você perdeu R$ 1.000 para a inflação. Um terço do poder de compra que o seu dinheiro tinha desapareceu. Não volta mais. Tchau.
O mesmo dinheiro, guardado na poupança, teria rendido R$ 3139, contra aqueles R$ 3.133 do INPC. Ou seja: pau a pau com a inflação. Beleza. Poupança não é investimento, é só uma forma de proteger seu dinheiro da inflação. Se ela fez esse trabalho nos últimos 15 anos, parabéns. Porque o FGTS não fez.
Agora vamos comparar com investimento de verdade, que é o que interessa. Os mesmos R$ 1.000 que ficaram mofando no FGTS teriam virado R$ 5.160 se você tivesse comprado um título público que pagasse a Selic – sim, entendidos: já descontei 15% de imposto de renda e 0,5 anuais de taxa de administração, se não dava mais e sete paus.
Num CDB que paga 80% do CDI (a taxa dos empréstimos diretos entre banqueiros, sempre parecida com a Selic), daria R$ 4.791. Quase dois paus acima da inflação. Ganho real, não só manutenção de poder de compra. E isso num CDB vagabundo, que paga pouco, daqueles que os gerentes de banco oferecem aqui para a gente nas galés. Os CDBs firmeza mesmo, para quem tem cartão de crédito preto e estrelinha de três pontas na chave do carro, 100% do CDI, teriam dado R$ 5992. After taxes, sir. (sim, também dá para tirar 100% do CDI, ou mais, botando dinheiro em banco capenga – mas essa é outra história).
Porque a história aqui é a roubalheira do FGTS. A fórmula para corrigir o FGTS é marota: 3% + TR. A TR, taxa referencial, tem nome bonito. Mas não serve para nada. Pela lei, ela é um número super calculado, que leva em conta as taxas que os maiores bancos estão pagando no CDB e aplica um “redutor”. E taí o pulo do gato – ou do gatuno. Como o governo pode reduzir a TR o quanto quiser, não existe cálculo nenhum. É só uma taxa que o governo arbitra como bem entender. Tanto que, de setembro de 2012 a junho de 2013, a TR foi de zero. Zero. Parece que zero é uma taxa referencial que tende a ser menor que a inflação, né?
Nem sempre foi assim. Em 2005 e 2006, dois anos em que a economia estava tilintando, o FGTS rendeu mais do que a inflação. Em 2006 chegou a aplicar uma goleada. FGTS 5,03% X 2,81% Inflação.
E antes era melhor ainda. Entre 1995 (o primeiro ano do resto na nossa vida monetária, porque antes era Zimbabwe) e 1999, quando o cálculo passou a ser esse da “TR + 3%”, o FGTS bateu a inflação acumulada com folga: 98% contra um INPC de 54%. Ironia: o rendimento desses cinco anos entre 1995 e 1999 foi rigorosamente o mesmo que o dos 15 anos entre 2000 e 2014. Aí dá para ver o tamanho do rombo. E não, nada disso é uma defesa dos anos FHC – até porque foi sob o governo dele que o FGTS começou a perder da inflação. Também não é um ataque a toda a legislação trabalhista, para defender a terceirização. É só um fato. E contra fatos, só vale um argumento: o da Justiça.
Tanto que o STF considerou ilegal essa história de reajustar pela “TR” (daqui pra frente só escrevo essa trolha entre aspas). A própria Defensoria Pública da União já moveu ações exigindo o ressarcimento da inflação no FGTS, de 1999 para ca, mesmo para quem já sacou dinheiro. O único problema é que esse reembolso não virou lei para valer.
Então você precisa entrar na Justiça para receber o que o governo te deve.

Jornal Hoje

Flavio Bolsonaro pode ter sido envenenado em debate

Revelação dos médicos que atenderam Flávio Bolsonaro dão conta que um medicamento pode ter sido diluído na água servida durante o intervalo do debate.
Parece que os concorrentes políticos perderam completamente a ética e estão desesperados com a ascensão da família Bolsonaro. Esta foi a conclusão manifestada pelos médicos que atenderam Flávio Bolsonaro depois dele ter passado mal durante o debate na Band Rio. Assim que chegou no hospital ele foi submetido a exame de sangue e urina, para a surpresa da equipe e dos familiares, foi encontrada elevada concentração de Rohypnol nos exames.
Rohypnol é o elemento ativo do chamado “Boa Noite Cinderela”. Ele é um supressor do sistema nervoso que causa sedação grave, depressão cardiovasculares e/ou respiratória. Se de fato algum concorrente inseriu esta substância na água de Flavio Bolsonaro, a intenção era fazê-lo ficar com aparência de embriagado e com dificuldade de responder as perguntas propostas no debate.
Não é possível afirmar que o dopping ocorreu na TV ou nos momentos que antecederam sua chegada. Por esta razão Flavio Bolsonaro foi orientado a não aceitar água nem alimentos oferecidos por pessoas que não sejam da Equipe Bolsonaro.
Triste é imaginar que com a mesma facilidade com que inseriram na água dele o Rohypnol  poderiam ter inserido também Cianeto. Daí hoje o Brasil estaria de luto e ninguém imaginaria a causa mortis. A política chegou em um nível assustador. Para ganhar o poder vale tudo. Até mesmo envenenar um concorrente…
Por Josias Oliveira

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA