Seguidores Vip

SEGUIDORES VIP

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Fotos mostram o que imigrantes que chegam à Grécia levam nas mochilas


Diante das precárias e arriscadas condições de travessia pelo Mar Mediterrâneo, imigrantes e refugiados que saem do Oriente Médio e Norte da África para se abrigar em países da Europa carregam consigo apenas os itens extremamente necessários. Uma série fotográfica feita pelo International Rescue Committee (IRC) na Grécia, uma das principais portas de entrada no continente, mostra que remédios, itens de higiene e celulares estão entre os principais itens transportados.
De janeiro a agosto deste ano, mais de 500 mil migrantes chegaram às fronteiras externas da União Europeia (UE), segundo a agência europeia de controle das fronteiras, Frontex. Uma das principais rotas é a travessia do Mediterrâneo, feita por traficantes de pessoas em botes ou em embarcações superlotadas, sem os mínimos requisitos de segurança. Milhares de pessoas morreram no decorrer do ano em naufrágios e problemas no percurso.
O IRC pediu para alguns dos sobreviventes que chegaram à ilha de Lesbos, na Grécia, mostrarem em o que carregam em suas malas. A organização é uma das que aceita doações para ajudar os refugiados. Veja a série de fotos a seguir.
Aboessa, de 20 anos, de Damasco, Síria
Aboessa, de 20 anos, fugiu de campo de refugiados na Síria  (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)Aboessa, de 20 anos, fugiu de campo de refugiados na Síria (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)

Escapou, junto com seu marido e filha de 10 meses, de conflitos no campo de refugiados palestinos Yarmouk, no sul da capital síria. Cruzou a fronteira do país com a Turquia, de onde embarcou em um bote com remos improvisados rumo à EU.
Aboessa levou remédios e acessórios para a filha de 10 meses (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)Aboessa levou remédios e acessórios para a filha de 10 meses (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)
Levou medicamentos, chapéu, meias e papinha para a filha, guardanapos para a troca de fraldas, protetor solar, analgésicos, pomada contra queimaduras, carteira com documentos (incluindo a carteira de vacinação do bebê) e um carregador de bateria de celular.

Família de Aleppo, Síria
Família de Aleppo, na Síria, perdeu quase tudo durante travessia no Mediterrâneo (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)Família de Aleppo, na Síria, perdeu quase tudo durante travessia no Mediterrâneo (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)

Eles perderam quase tudo que levaram na travessia à Turquia e à Grécia. O barco em que estavam começou a naufragar e conseguiram salvar só uma mala.
Itens como roupas e fraldas foram salvos por família síria que atravessou o Mar Mediterrâneo (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)Itens como roupas e fraldas foram salvos por família síria que atravessou o Mar Mediterrâneo (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)
Conseguiram salvar uma camiseta, uma calça jeans, um par de sapato, fraldas e absorventes, um pente, documentos pessoais, duas caixinhas de leite e biscoitos.

Iqbal, de 17 anos, de Kunduz, Afeganistão
Iqbal diz que fugiu do Afeganistão para o Irã, de onde andou a pé até a Turquia (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)Iqbal diz que fugiu do Afeganistão para o Irã, de onde andou a pé até a Turquia (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)
O jovem viajou centenas de quilômetros para fugir da guerra em Kunduz. Foi para o Irã, de onde andou a pé até a Turquia. Manteve contato com um amigo que fez a travessia para a Alemanha, mas ainda não sabia para onde iria.
O jovem refugiado levou um creme clareador para o rosto, porque não quer que saibam que ele é refugiado, segundo disse (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)O jovem refugiado levou um creme clareador para o rosto, porque não quer que saibam que ele é refugiado, segundo disse (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)
Levou uma mochila com uma muda de roupa, itens de higiene como shampoo e gel para cabelo, pente, cortador de unhas, US$ 100, 130 liras turcas e dois celulares com chips de telefone do Afeganistão, Irã e Turquia. Também levou um creme clareador para o rosto, porque não quer que saibam que ele é refugiado, segundo disse.

Omran, de 6 anos, de Damasco, Síria
Omran tem 6 anos e viaja à Alemanha junto com 5 familiares (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)Omran tem 6 anos e viaja à Alemanha junto com 5 familiares (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)
Menino carregou em suas mochilas doces e itens de higiene (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)Menino carregou em suas mochilas doces e itens de higiene (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)
Está a caminho da Alemanha ao lado de cinco familiares próximos para morar com parentes.
O menino carregou em sua mochila azul uma troca de roupa, uma seringa, bandagens, sabonete, escova e pasta de dentes, marshmallows e creme doce.
Nour, de 20 anos, da Síria
O artista que se apresentava há sete anos na Síria fugiu para a Turquia e depois para a Grécia (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)O artista que se apresentava há sete anos na Síria fugiu para a Turquia e depois para a Grécia (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)

Nour é um artista local que pintava e se apresentava na Síria há sete anos tocando guitarra. Depois que a guerra explodiu no país, reuniu alguns objetos importantes e fugiu para a Turquia com duas mochilas. No entanto, os contrabandistas lhe disseram para levar apenas uma delas.

Levou documentos, um rosário, um relógio, pulseiras de madeira e prata, broches, palheta de guitarra, um celular e uma camiseta.
Palhete de guitarra e celulares estão entre objetos levados por jovem refugiado à Europa (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)Palhete de guitarra e celulares estão entre objetos levados por jovem refugiado à Europa (Foto: Tyler Jump/International Rescue Committee)
Postar um comentário

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

FRAM MARQUES

Minha foto

MINHA PÁGINA:

MEU GRUPO: 

MEU SITE:

SIMPLES ASSIM...

HOJE APRENDI QUE VIVER É SER LIVRE, QUE TER AMIGOS É NECESSÁRIO, APRENDI QUE O TEMPO CURA, QUE LUTAR É MANTER-SE VIVO, QUE DECEPÇÃO NÃO MATA, QUE HOJE É REFLEXO DO ONTEM, QUE VERDADEIROS AMIGOS PERMANECEM QUE A DOR FORTALECE, QUE A BELEZA NÃO ESTA NO QUE TEMOS, MAS SIM NO QUE SENTIMOS! , E QUE O SEGREDO DA VIDA É VIVER,

LUTE, SONHE, PERDOE, CONQUISTE CADA SEGUNDO, POIS,
NA VIDA NÃO HÁ RETORNOS:
SÓ RECORDAÇÃO.

SE ALGUM DIA ALGUÉM LHE DISSER QUE SEU TRABALHO NÃO É DE UM PROFISSIONAL, LEMBRE-SE:
AMADORES CONSTRUÍRAM A ARCA DE NOÉ E PROFISSIONAIS CONSTRUÍRAM O TITANIC.
PORTANTO, ANTES DE RECLAMAR, LEMBRE-SE, NÃO SOU PERFEITO, MAS PROCURO A PERFEIÇÃO.




FRAM MARQUES

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA