Seguidores Vip

SEGUIDORES VIP

segunda-feira, 3 de julho de 2017

As pontes mais lindas do mundo

Unir um ponto a outro. É isso que uma ponte faz. Só que algumas resolvem o desafio de forma dramática, com soluções de engenharia e arquitetura incríveis. E, quando o entorno ajuda, temos as mais belas pontes do mundo.
Algumas são até bem simples, como a Pont Neuf de Paris, mas valem por seu valor histórico. Outras ganharam fama sem serem as originais — caso da Ponte do Rio Kwai e a Ponte de Arnhem.
Muitas são obras-primas do gênio humano, como a Golden Gate Bridge ou o Viaduto de Millau. E, finalmente, algumas nem pontes são (pelo menos não no sentido estrito da palavra), mas merecem entrar em nossa lista por seu desenho inovador, como a Pont du Gard e a Falkirk Wheel.
Veja a lista das mais belas pontes do planeta:

1. Ponte da Torre de Londres, Inglaterra


(TomasSereda/iStock)

Não é lá muito elegante, mas é um símbolo de Londres tal como a Torre do Relógio.

2. Si-o-se Pol, Isfahan, Irã

A Ponte Si-o-Se, com seus arcos iluminados sobre o Rio Zayandeh, em Isfahan, no Irã
A ponte dos 33 arcos é um popular ponte de encontro sobre o rio Zayandeh, em Isfahan, Irã.

3. Navajo Bridges, Grand Canyon, EUA


(CrackerClips/iStock)

Há pouquíssimas travessias sobre o rio Colorado na região do Grand Canyon, incluindo uma ponte suspensa entre o North e South Rims. As pontes Navajo ficam na porção leste do parque.

4. Ponte Estaiada, São Paulo

Ponte Octávio Frias de Oliveira, São Paulo
A interessante composição noturna até que funciona. São Paulo definitivamente não é a cidade mais fotogênica do Brasil, tanto que a Ponte Octavio Frias de Oliveira, sobre o poluído rio Pinheiros, virou seu mais novo cartão-postal. Aliás, ainda existe cartão-postal?

5. Ponte Vecchio, Florença, Itália

Ponte Vecchio, Florença, Itália
Construída em 1345, a Ponte Vecchio é o arquétipo da ponte medieval urbana, totalmente ocupada por casas e lojas. No início, abrigou lojas de peixeiros e açougueiros. Ao fim do século 16, depois de resolvido o problema de poluição do Rio Arno, o grão-duque Fernando I expulsou os ocupantes e alugou o espaço para ourives e joalheiros.
As lojas sobre a Ponte Vecchio são ocupadas, há séculos, por joalheiros e mercadores de arte
As lojas sobre a Ponte Vecchio são ocupadas, há séculos, por joalheiros e mercadores de arte da renascentista Florença.

6. Golden Gate Bridge, San Francisco, Estados Unidos

Golden Gate Bridge, San Francisco
Águas congelantes da baía de San Francisco, rajadas de vento impossíveis, neblina constante. A ponte mais famosa do mundo passou por perrengues incríveis para ser erigida. Um símbolo americano tão duradouro como a própria Estátua da Liberdade, a Golden Gate há muito já não é a mais longa ponte pênsil do mundo, mas continua sendo um símbolo do art déco.

7. Ponte Széchenyi, Budapeste, Hungria

Ponte Szechenyi e Basílica de Santo Estevão, Budapeste, Hungria
A ponte suspensa Széchenyi é uma das principais ligações entre os dois lados de Budapeste, cortada ao meio pelo Danúbio. Batizada em nome do estadista István Széchenyi, foi a primeira ligação permanente na capital húngara e à época de sua inauguração era uma das mais longas do mundo. Ao fundo, com sua cúpula iluminada, encontra-se a Catedral de Santo Estevão.

8. Ponte Niju-bashi, Tóquio, Japão

Ponte Niju-bashi, sobre fosso que cerca o Palácio Imperial de Tóquio
O Castelo de Edo já foi o maior do mundo, mas hoje abriga poucas estruturas medievais originais. Uma delas serve de pano de fundo para esta simpática ponte sobre o fosso do atual Palácio Imperial de Tóquio.

9. Ponte do Rio Kwai, Tailândia

Ponte do Rio Kwai, Tailândia
Esta não é a famosa ponte do filme de David Lean (baseada em uma novela francesa), mas ainda assim atrai muitos turistas ao distrito de Mueang, quase na fronteira com o Mianmar. A estrutura original, de madeira, foi totalmente destruída e ficava alguns metros rio acima.

10. Ponte Chengyang, China

Ponte Chengyang, China
Esta ponte na província de Guangxi é provavelmente uma das mais belas em toda a China. Construída em 1912, possui cinco pavilhões sobre seus mais de 60 metros de comprimento.

11. Ponte de Cordas, Cusco, Peru

Ponte de Cordas, Cusco, Peru
Tecnologia 100% inca, as pontes de cordas antes eram encontradas às dezenas nos vales e ravinas na região de Cusco. Hoje as comunidades locais vêm tentando reviver esta técnica ameaçada, tanto para preservação de sua cultura como por motivos práticas. Na foto, ponte na região de Maragani.

12. Ponte Rialto, Veneza, Itália

Ponte Rialto, em Veneza, Itália
O projetista da mais antiga travessia sobre o Grande Canal de Veneza possuia um nome bem apropriado: Antonio da Ponte. Acredita-se que, entre outros concorrentes, seu projeto derrotou o do mestre renascentista Michelangelo.

13. Helix Bridge, Cingapura

Helix Bridge, Cingapura
O The Helix Bridge é uma ponte de pedestre na marina de Cingapura, a Marina Bay. Sua construção foi uma união de esforços dos escritórios de arquitetura 61 e Cox e a onipresente Arup, os engenheiros por trás da Ópera de Sydney.

14. Ponte Alexandre III, Paris, França

Ponte Alexandre III, Paris
A mais bela ponte de Paris une a Esplanade des Invalides e os palácios Grand e Petit Palais.

15. Pontes sobre o Sena, França

Paris, França
O rio Sena é vencido por diversas pontes na região de Paris, como a des Invalides e a ornamentada Alexandre III.

16. Ponte das Cordas, Jerusalém, Israel

Jerusalem Chords Bridge, Israel
Se você acha bonita a Puente de la Mujer, em Buenos Aires, precisa ver esta outra obra da Santiago Calatrava. Com uma altura de 118 metros, ela serve ao sistema de transporte urbano de Jerusalém. A ideia de fazer uma (enorme) referência à harpa do rei Davi até que funcionou bem, mas os custos exagerados trouxeram muitas críticas à época de sua inauguração.

17. Magere Brug, Amsterdã, Holanda

Magere Brug Amsterdã, Holanda
Com mais de 1200 pontes, Amsterdã talvez seja a cidade com mais estruturas deste tipo em todo o mundo. A Magere Brug, a ponte magrela, era tão estreita que duas pessoas mal conseguiam atravessa-la ao mesmo tempo. A construção atual é de 1871.

18. Brooklyn Bridge, Nova York, Estados Unidos

Brooklyn Bridge, Nova York
A mãe de todas as pontes suspensas modernas, a construção da Brooklyn Bridge de Nova York, no final do século 19, foi um tremendo desafio de engenharia. Ela une a ilha de Manhattan ao distrito do Brooklyn.

19. Gateshead Millenium Bridge, Reino Unido

Gateshead Millenium Bridge, Reino Unido
Esta é uma ponte suspensa de pedestres sobre o rio Tyne, que se move para a passagem de barcos.

20. Ponte de Arnhem, Holanda

Arnhem, Holanda
Um dos mais heróicos embates da 2ª Grande Guerra Mundial foi travado pela conquista desta ponte. Parte da operação Market Garden, a Batalha de Arnhem foi retratada no filme A Bridge Too Far (1977). A ponte original foi destruída ao final da guerra, mas esta é uma réplica perfeita sobre o rio Reno. Posteriormente ela seria batizada Ponte John Frost, em homenagem ao comandante britânico que a tentou conquistar aos alemães.

21. Ponte suspensa Capilano, Vancouver, Canadá

Ponte suspensa Capilano, Vancouver, Canadá
É quase um slackline tamanho família. Se você já fez arvorismo e curtiu, este parque na parte norte de Vancouver reserva diversas emoções.

22. Sydney Harbour Bridge, Sydney, Austrália

Sydney Harbour Bridge, Austrália
A manutenção da Sydney Harbour Bridge exige 30 mil litros de tinta a cada demão. Antes de virar o Crocodilo Dundee, o ator Paul Hogan trabalhou na ponte.

23. Ponte Oresund, Dinamarca e Suécia

Ponte Oresund, Dinamarca e Suécia
Um estupendo feito de engenharia, a Ponte Oresund liga Copenhague à Península Escandinava. Na verdade, a ponte só vai de Malmö (Suécia) à ilha de Paberholm. Dali para frente o trajeto é completado por um túnel até a capital dinamarquesa.

24. Millenium Bridge, Londres, Inglaterra

Catedral de Saint Paul e Millenium Bridge, Londres, Inglaterra
A London Bridge pode ser a mais famosa ponte de Londres, tudo por conta da melodia infantil. No entanto, perde em beleza para a Tower Bridge e a mais nova Milleniuim Bridge, entre a Catedral de Saint Paul e a Tate Modern.

25. Pont Neuf, Paris, França

Pont Neuf, Paris, França
Apesar do nome (“ponte nova”), a Pont Neuf é a mais antiga de Paris, unindo não só as margens do Sena como também a Ilê de la Cité.

26. Ponte Carlos, Praga, República Tcheca

praga ponte carlos
Ela está completamente integrada ao conjunto arquitetônico da cidade. Caminhar sobre ela é como retornar a um dos livros de Milan Kundera.

27. Kintai-kyo, Iwakuni, Japão

Iwakuni, Japão
A ponte de madeira Kintai, originalmente construída no início do século 17, foi totalmente restaurada em 1953. Ela fica sobre o rio Nishiki, na província de Yamaguchi, próxima a Hiroshima.

28. Henderson Waves, Cingapura

Henderson Waves, Cingapura
A Henderson Waves une o parque Telok Blangah Hill ao monte Faber, duas grandes áreas verdes adjacentes, passando pela Avenida Henderson.
Henderson Waves, Cingapura
A simpática ponte de pedestres possui nichos iluminados, muito popular entre casais.

29. Pont du Millau, França

Pont du Millau, França
A travessia do vale do Tarn, próximo ao vilarejo de Millau, era um grande gargalo entre o sul da França e a Espanha. Depois de uma sucessão de engarrafamentos históricos, o governo decidiu levantar a Pont du Millau, deixando o projeto a cargo do arquiteto Norman Foster. A economia de combustível e tempo foram fatores preponderantes na tomada de decisão.

30. Pont du Gard, França

Pont du Gard, Uzès e Nîmes, França
Este belíssimo e muito bem preservado aqueduto romano do século 1 d.C. fica sobre o rio Gardon, no sul da França. Hoje ele faz parte da lista de patrimônios da humanidade da Unesco.

31. Falkirk Wheel, Escócia

Falkirk Wheel, Escócia
Ao invés de unir duas margens, a Falkirk Wheel liga dois canais fluviais, o Forth and Clyde e o Union. Ao invés de um sistema de barragens comum, os barcos sobem e descem por este gigantesco elevador.
Falkirk Wheel, Escócia
O sistema de elevação de Falkirk eleva os barcos a uma altura de 24 metros.

32. Viaduto Polvorilla, Salta, Argentina

Viaduto Polvorilla, Salta, Argentina
A histórica ferrovia que ligava Salta, no noroeste argentino, a Antofagasta, no Chile, é merecidamente conhecida como Tren de las Nubes. Em sua parte mais alta, no Viaduto La Polvorilla, as composições estão a mais de 4 mil metros de altitude.
Por Eduardo Jun Marubayashi
Postar um comentário

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

FRAM MARQUES

Minha foto

MINHA PÁGINA:

MEU GRUPO: 

MEU SITE:

SIMPLES ASSIM...

HOJE APRENDI QUE VIVER É SER LIVRE, QUE TER AMIGOS É NECESSÁRIO, APRENDI QUE O TEMPO CURA, QUE LUTAR É MANTER-SE VIVO, QUE DECEPÇÃO NÃO MATA, QUE HOJE É REFLEXO DO ONTEM, QUE VERDADEIROS AMIGOS PERMANECEM QUE A DOR FORTALECE, QUE A BELEZA NÃO ESTA NO QUE TEMOS, MAS SIM NO QUE SENTIMOS! , E QUE O SEGREDO DA VIDA É VIVER,

LUTE, SONHE, PERDOE, CONQUISTE CADA SEGUNDO, POIS,
NA VIDA NÃO HÁ RETORNOS:
SÓ RECORDAÇÃO.

SE ALGUM DIA ALGUÉM LHE DISSER QUE SEU TRABALHO NÃO É DE UM PROFISSIONAL, LEMBRE-SE:
AMADORES CONSTRUÍRAM A ARCA DE NOÉ E PROFISSIONAIS CONSTRUÍRAM O TITANIC.
PORTANTO, ANTES DE RECLAMAR, LEMBRE-SE, NÃO SOU PERFEITO, MAS PROCURO A PERFEIÇÃO.




FRAM MARQUES

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA