Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Concessão de crédito ultrapassou R$ 17,8 bilhões em Sergipe no mês de março

Concessão de crédito ultrapassou R$ 17,8 bilhões em Sergipe no mês de março

Primeiro trimestre do ano registrou queda de 2,5%.

Foto: (Divulgação)


Uma análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico com base nos dados do Banco Central, revelou que o total das operações de crédito no estado, em março deste ano, ultrapassou os R$ 17,8 bilhões.
Em termos relativos, quando comparado com o volume de crédito concedido no mês de fevereiro, notou-se pequeno aumento de 0,1%, enquanto que, em relação a março de 2016, verificou-se recuo de 2,1%.
Com os dados de março, o primeiro trimestre do ano registrou queda de 2,5%, na concessão de crédito quando comparado com o mesmo intervalo do ano passado. Todas as variações descritas são em termos nominais, ou seja, sem considerar o efeito da inflação no período em análise.

Distribuição do crédito em Março/2017

As operações de crédito de pessoas físicas ultrapassaram os R$ 12,7 bilhões, com crescimento de 4,9%, no comparativo com o mesmo mês de 2016. No confronto com o mês anterior, fevereiro último, a tomada de crédito apresentou leve crescimento de 0,3%.

Por sua vez, o crédito concedido às pessoas jurídicas retrocedeu 16,3%, em relação ao volume de crédito de março do ano passado, movimentando pouco mais de R$ 5 bilhões em operações. Sobre o mês anterior, também se verificou retração, porém menor, de 0,7%.

Inadimplência Março/2017

A taxa geral de inadimplência das operações de crédito, referente aos atrasos de pagamentos superiores há noventa dias, situou-se em 4,3% dos contratos, registrando pequena alta de 1,2%. Para as pessoas físicas, a taxa de inadimplência ficou em 4,2%, e para as empresas, a taxa de inadimplência registrada foi de 4,5%.

*Com informações do Boletim Sergipe Econômico.
 Por G1 SE, Aracaju

Nenhum comentário:

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA