Seguidores Vip

SEGUIDORES VIP

sábado, 29 de outubro de 2016

Renda irlandesa produzida em Maruim é destaque em feira nacional



Renda irlandesa produzida em Maruim é destaque em feira nacional

A renda irlandesa produzida no município de Maruim, a 30 Km de Aracaju, foi destaque na 1ª Feira de Artesanato Sebrae Brasil Original, realizada no Centro de Convenções Anhembi, em São Paulo/SP, de 20 a 23 de outubro. A feira reuniu mais de 10 mil peças de artesanato de todo o país e atraiu mais de 20 mil visitantes.



A representante do município de Maruim foi a rendeira Adeny Vieira dos Santos, que integra o projeto ‘Resgatando a renda irlandesa’ e a Associação de Renda Irlandesa, Arte e Talentos de Maruim (ARIATAM). Adeny Santos também integrou a comitiva do Sebrae Sergipe, a partir de um edital de seleção pública.
A coordenadora do CRAS de Maruim, Amanda Santana, não escondeu a satisfação de liderar um grupo de talentos, que buscam espaços constantemente. “Nossa principal meta foi alcançada que é a valorização do trabalho das nossas rendeiras e levar as peças produzidas pelas rendeiras maruinenses para venda em novos espaços de divulgação”, revelou
“O apoio da Prefeitura de Maruim e do Sebrae/SE foram fundamentais para a realização desta ação. As entidades ficaram responsáveis pela logística e estrutura para a participação da nossa representante nesta primeira edição da feira”, concluiu a coordenadora Amanda Santana.



O projeto ‘Resgatando a renda irlandesa’, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Habitação e Trabalho, através do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), foi lançado em maio de 2013. O projeto tem como objetivo potencializar os serviços de proteção social básica a fim de garantir a assistência às famílias em situação vulnerável, propiciando o resgate cultural da renda irlandesa no município.

A renda irlandesa do município de Maruim integra o ‘Catálogo de produtos da renda irlandesa em Sergipe’, desenvolvido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (IPHAN) em parceria com o Centro de Arte e Cultura J. Inácio, Secretaria de Estado da Cultura (Secult), Museu Histórico de Sergipe e associações de rendeiras.


No Brasil, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem cerca de 300 mil artesãos, que são responsáveis por movimentar a atividade econômica em quase 80% dos municípios brasileiros. 




         Keizer Santos
     Jornalista DRT/SE 2099
Assessor de Comunicação Social



Postar um comentário

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

FRAM MARQUES

Minha foto

MINHA PÁGINA:

MEU GRUPO: 

MEU SITE:

SIMPLES ASSIM...

HOJE APRENDI QUE VIVER É SER LIVRE, QUE TER AMIGOS É NECESSÁRIO, APRENDI QUE O TEMPO CURA, QUE LUTAR É MANTER-SE VIVO, QUE DECEPÇÃO NÃO MATA, QUE HOJE É REFLEXO DO ONTEM, QUE VERDADEIROS AMIGOS PERMANECEM QUE A DOR FORTALECE, QUE A BELEZA NÃO ESTA NO QUE TEMOS, MAS SIM NO QUE SENTIMOS! , E QUE O SEGREDO DA VIDA É VIVER,

LUTE, SONHE, PERDOE, CONQUISTE CADA SEGUNDO, POIS,
NA VIDA NÃO HÁ RETORNOS:
SÓ RECORDAÇÃO.

SE ALGUM DIA ALGUÉM LHE DISSER QUE SEU TRABALHO NÃO É DE UM PROFISSIONAL, LEMBRE-SE:
AMADORES CONSTRUÍRAM A ARCA DE NOÉ E PROFISSIONAIS CONSTRUÍRAM O TITANIC.
PORTANTO, ANTES DE RECLAMAR, LEMBRE-SE, NÃO SOU PERFEITO, MAS PROCURO A PERFEIÇÃO.




FRAM MARQUES

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA