Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

sábado, 20 de dezembro de 2014

Suspeito de desviar verba, prefeito teria Ferrari e mansão

A notícia de que o prefeito de Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio, é o principal investigado no esquema de desvio de dinheiro público não surpreendeu muitos moradores. Ele foi apontado como suspeito a partir de investigações da Polícia Federal. "Em três anos que ele está na prefeitura, nada ele fez", disse uma das moradoras da cidade.
Luciano Mota (PSDB) não chegou a ser preso na quinta-feira (18), mas nesta sexta-feira (19) não foi encontrado na cidade. Ele se elegeu em 2012 para governar o município de pouco mais de 117 mil habitantes. De acordo com pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), cada morador vive, em média, com menos de R$ 700 por mês.
Segundo a Policia Federal, a quadrilha chefiada pelo prefeito desviava verbas dos royalties do Petróleo e do Sistema Único de Saúde (SUS). Ele tirava dos cofres da cidade entre R$ 10 e 30 milhões por mês.
Luciano Mota ganha como prefeito R$ 25 mil. Na última declaração à Receita Federal não informou nenhum bem, mas segundo a investigação levava uma vida luxuosa. Só em carros o suspeito teria uma fortuna, de acordo com informações da polícia. Entre eles uma Ferrari, avaliada em mais de R$ 1 milhão. Os veículos foram apreendidos.
A investigação revelou que ele também tem hábitos que custam caro. Teria gastado R$ 45 mil em 10 ternos. Além disso, o prefeito teria uma mansão em Mangaratiba.

Nenhum comentário:

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA