Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Atenção: Troca do extintor de veículos será obrigatória em 2015

Você se considera um cara zeloso com o carro? Água do lavador, óleo do motor, fluido de arrefecimento, calibragem dos pneus e do estepe (você não esquece dele, certo?) estão todos em dia? Legal. E o extintor de incêndio?
A partir de 1º de janeiro de 2015 todos os carros em circulação deverão ser equipados com extintor de incêndio com pó químico do tipo ABC. A lei foi aprovada em 11 de novembro de 2009 e deu cinco anos de prazo para a adequação. Atualmente, os carros podem rodar com os extintores do tipo BC e ABC. O primeiro tipo, BC, é designado para combater incêndio causado por líquidos inflamáveis e equipamentos elétricos, mas não é recomendado para materiais sólidos como tecidos, espuma, plásticos e borrachas.
Por isso, o Conselho Nacional de Trânsito decidiu tornar obrigatório o uso do extintor ABC — o “A” designa a capacidade de combater chamas em materiais sólidos.
O extintor ABC já é adotado nos carros zero quilômetro desde 2005 e, apesar de ter validade de cinco anos, não pode ser recarregado e é mais caro que o BC. Por isso proprietários acabavam comprando extintores BC, que têm validade de três anos e podem ganhar uma recarga com validade de mais um ano — quatro anos no total. A economia até valia a pena dependendo do ponto de vista, pois o extintor BC custa, em média, metade do preço do ABC.
Quem optou pelo extintor BC recentemente não poderá esperar o prazo de validade acabar: todos os carros de passeio, utilitários, caminhões, ônibus e triciclos fechados (os tuk-tuks) serão obrigados a portar o novo tipo ABC. Quem não tiver o extintor novo, ganhará multa de R$ 127,69 e cinco pontos na CNH, além de ficar com o veículo retido para regularização — você terá que ir correndo comprar um extintor e voltar para ter o carro liberado.
Contudo, desde 2009 alguns pontos de venda já vêm alertando os motoristas sobre essa obrigatoriedade — até por que é uma forma de vender o produto mais caro; um extintor ABC custa entre R$ 50 e R$ 60 —, então é provável que seu carro já esteja dentro da nova lei, caso você seja um cara atento ao extintor.
A obrigatoriedade (como tudo o que é imposto) gera opiniões controversas. Há quem defenda a importância de se ter um extintor no carro — especialmente quem já precisou usá-lo—, e há quem ache que ele seja totalmente dispensável por servir apenas para combater o incêndio em fase inicial, algo que depende da rápida identificação da situação, entre outros fatores.
Os extintores de incêndio são obrigatórios nos carros brasileiros desde 1968. Nos EUA, na União Europeia, Noruega e Suíça os carros de passeio são dispensados de portar o extintores, mas utilitários e ônibus são obrigados. Alguns países apesar de não obrigar o equipamento recomendam que se tenha um extintor no carro. Outros países como Israel, Rússia, Romênia, Hungria e Islândia obrigam o porte do equipamento.
Fonte: Com informações do Flatout

Nenhum comentário:

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA