Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

terça-feira, 29 de julho de 2014

Chamado de mau-caráter e ligado a orgia e prostituta, Neymar pai aciona Laor na Justiça

Chamado de mau-caráter e ligado a orgia e prostituta, Neymar pai aciona Laor na Justiça
Neymar pai acionou Luis Alvaro na justiça após entrevista ao ESPN.com.br
O pai do atacante Neymar ingressou com ação na Justiça contra o ex-presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro. O empresário quer compensação por danos morais por causa de entrevista exclusiva do ex-mandatário ao ESPN.com.br. Na ocasião, Laor chamou o empresário de mau-caráter, mentiroso, duas caras, e apontou que a polêmica negociação da venda do jogador ao Barcelona junto ao Santos incluiu uma orgia em Londres, prostituta, cafezinhos e jatinhos.
A reportagem teve acesso ao processo, aberto recentemente por Neymar da Silva Santos, em que consta, inclusive, toda a entrevista de Laor ao ESPN.com.br na íntegra, com as respectivas repercussões da mesma na mídia nacional e internacional. "Responsável por orgias, mercenário, irresponsável... Prostituição, mau-caráter, mentiroso, duas caras... São tantos adjetivos que conduzem à inarredável conclusão que o réu (Laor) injuriou e difamou o autor (Neymar pai), com a intenção de ofendê-lo pessoalmente com propósito espúrio e evidentemente desabonador", alegam os advogados na ação.
Em contato por telefone com o ESPN.com.br, Luis Alvaro preferiu aguardar pela citação judicial para poder se manifestar de forma oficial, o que deve ocorrer nos próximos dias. "Eu só dei a minha interpretação dos fatos. Antes de me pronunciar oficialmente, vou aguardar a citação judicial para ver do que ele está me acusando", disse. A reportagem procurou os representantes de Neymar pai nesta terça, mas não obteve sucesso até a publicação da matéria. O processo, de número 1007123-14.2014.8.26.0011, corre 3ª Vara Cível, Foro Regional XI, em Pinheiros, São Paulo (SP).
Por outro lado, na ação a que teve acesso o ESPN.com.br consta a seguinte análise dos advogados de Neymar pai sobre o caso: "A maior parte das críticas, quando restritas às questões profissionais, é relevada e absorvida pelo autor e por sua assessoria de imprensa e marketing. Os gestos e condutas de desabono são também na maioria das vezes relevadas porque não atingem a esfera pessoal do autor, nem tampouco atrapalham a imagem que vem sendo cristalinamente explorada e preservada, notadamente, como dito, pela imagem do seu filho, que hoje é, sem dúvida, a principal fonte de renda do autor e das suas empresas. Ocorre, contudo, que o réu não se restringiu às saudáveis críticas do mundo do futebol brasileiro. O réu foi muito além da crítica: xingou, ofendeu, atingiu a fundo a honra do autor, no plano pessoal e profissional".
O juiz responsável determinou a emenda da petição inicial para que os advogados do pai de Neymar estabelecessem uma importância a título de danos morais. Os representantes jurídicos do empresário peticionaram pleiteando valor não inferior a R$ 20 mil, citando como base processos anteriores de Luis Alvaro contra dois blogueiros. O magistrado, por sua vez, recebeu a emenda da inicial e determinou agora a citação de Laor nos autos.
"Com relação ao valor do dano moral pretendido o autor (Neymar pai) estima em R$ 20.000,00 (vinte mil reais), montante suficiente para a respectiva compensação e para servir de desestimulo ao réu (Laor) para prática de novas ofensas semelhantes. Este valor é estimado com base no valor da condenação que o próprio réu foi beneficiado com a ação de indenização indicada na petição inicial", escreveram os advogados de Neymar da Silva na ação a que teve acesso o ESPN.com.br.
As críticas de Luis Alvaro contra Neymar pai se dão por conta da polêmica transferência do jogador ao Barcelona, principalmente por causa da posterior divulgação dos reais valores da transação e pelo fato de que o staff do atleta aceitou adiantamento de 10 milhões de euros do time catalão antes da disputa do Mundial de Clubes de 2011, que colocaria frente a frente o Santos e a própria equipe espanhola, então vencedora por 4 a 0, no Japão, com atuação apagada do astro brasileiro.
Após denúncia da imprensa, o Barcelona divulgou que Neymar custou 86,2 milhões de euros (ou R$ 284,5 milhões), sendo 40 milhões à empresa do pai de Neymar, 10 milhões de luvas para o jogador, 2,7 milhões de comissão de agentes, 17,1 milhões ao Santos, 7,9 milhões para ter prioridade em três promessas, 2,5 milhões para o Instituto Neymar Jr e 4 milhões de direitos de imagem. Sandro Rosell, então presidente catalão, renunciou ao cargo por conta do imbróglio.
Esse não é o único entrevero jurídico que o pai de Neymar tem pela frente. Conforme noticiou a reportagem, o representante legal do jogador deve ser chamado para esclarecimentos na Justiça Espanhola, uma vez que a Receita do país move ação contra o Barcelona por entender que houve fraude fiscal na contratação de seu filho junto ao Santos, e ainda abriu pedido de explicações contra o jornalista Odir Cunha por calúnia, incomodado por ter sido chamado de "evangélico dinheirista" por causa da transferência.

Nenhum comentário:

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA