Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Repasses de royalties têm queda de até 42,2% em Sergipe

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, uma parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da ANP, indicou que o pagamento de royalties do petróleo e gás natural, para o estado de Sergipe, no mês de novembro, chegou a R$ 7,6 milhões, valor referente à produção do nono mês do ano.
Esse valor está 42,2% abaixo do registrado no mesmo período de 2014. (Foto: Divulgação/Net)
Sergipe arrecadou 42,2% abaixo do registrado no mesmo período de 2014. (Foto: Divulgação/Net)
O repasse recebido no mês de novembro foi 39% menor que o registrado em novembro de 2014. No comparativo com o mês imediatamente anterior, outubro último, verificou-se uma recuperação com um acréscimo de 15,9% no pagamento dos royalties. Variações em termos absolutos, ou seja, sem considerar a inflação do período.
De janeiro a novembro, foram pagos R$ 89,4 milhões em royalties referentes à extração de petróleo e gás em Sergipe. Esse valor está 42,2% abaixo do registrado no mesmo período de 2014.
Royalties por Município
No décimo primeiro mês do ano, o município de Japaratuba e Carmópolis apresentaram os maiores recebimentos de royalties no estado, chegando a R$ 1,7 milhão cada. Em seguida aparece Aracaju que recebeu R$ 1,6 milhão em royalties. Os municípios de Pirambu, Riachuelo e Maruim, também merecem destaque, com receitas de R$ 1,2 milhão cada um, referente à extração de petróleo e gás.
Coordenadora da UNICOM-FIES
Federação das Indústrias do Estado de Sergipe – FIES
SE NOTÍCIAS

Nenhum comentário:

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA