Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

segunda-feira, 22 de junho de 2015

SERGIPE: Quadrilha pode ter dado rombo de R$ 1 milhão


View image on Twitter


por NE NOTÍCIAS

A força-tarefa previdenciária integrada pela Polícia FederalMinistério da Previdência Social e Ministério Público Federal, desarticulou, hoje, 22, na cidade de Lagarto/SE, quadrilha especializada em fraudar benefícios de aposentadoria por idade e pensão por morte previdenciária rural.

A quadrilha, que vinha atuando pelo menos desde 2013, era formada pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Lagarto, um intermediário e uma servidora da Previdência Social de Lagarto.

O modus operandi do grupo consistia na captação de pessoas do meio urbano, inclusive de outro município e unidade da federação, com comprovação de atividade rural por meio de declaração de atividade rural emitida pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Lagarto-SE, baseada em contratos de comodato, meação, parceria ou arrendamento rural extemporâneos e não fidedignos, prova material de atividade rural falsificada e entrevista rural com declarações falsas para homologação da declaração do Sindicato pelo INSS.

Em nome das pessoas beneficiadas constam até 04 benefícios indeferidos na via administrativa e até na via judicial.

A grande maioria dos benefícios tem empréstimo consignado com valor entre R$ 5.000,00 e R$ 8.000,00, logo após a concessão, para pagamento aos mentores da fraude.

Em 111 benefícios analisados o prejuízo é de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) até o momento, podendo esse valor ser superado em razão da continuidade das investigações.

Foram cumpridos 02 mandados de prisão (preventiva), 05 mandados de busca e apreensão e 01 medida cautelar de impedimento a acesso de processos concessórios arquivados na APS Lagarto.

Os envolvidos serão indiciados pelos crimes de estelionato previdenciário e associação criminosa com penas que podem variar de 02 a 08 anos de reclusão.
A operação contou com a participação de 40 Policiais Federais e 12 servidores do Ministério da Previdência Social.

A operação foi denominada CÉRBERO em alusão ao cachorro de três cabeças da mitologia grega.

Outras informações do caso serão fornecidas na ENTREVISTA COLETIVA, que acontecerá hoje, 22/06/2015, às 11h, no auditório da Superintendência Regional da Polícia Federal em Sergipe, situada na Av. Augusto Franco, 2260, Siqueira Campos, nesta Capital. Agentes da Polícia Federal realizam operação na manhã desta segunda-feria, 22, em Lagarto.

A PF investiga aposentadorias rurais no município.
Agentes da PF cumprem mandados de prisão e busca e apreensão.


Nenhum comentário:

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA