Seguidores Vip

SEGUIDORES VIP

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Daniel Alves chega ao sétimo torneio seguido e mantém dinastia na lateral

Daniel Alves - festa título Barcelona (Foto: AFP)Daniel Alves usa camisa de Neymar em festa do título do Barça na Liga dos Campeões (Foto: AFP)
Pense rápido: qual foi a última competição que a Seleção principal disputou sem Daniel AlvesO corte de Danilo e a convocação do jogador do Barcelona impediram a quebra de uma dinastia na lateral direita brasileira. A Copa do Mundo de 2006, há nove anos, foi o último torneio sem a presença do baiano de visual excêntrico e, agora, contrato renovado com o campeão europeu.
Carlos Alberto Parreira levou ao Mundial da Alemanha o veterano Cafu, capitão da Seleção, e Cicinho, que vinha de duas temporadas excelentes no São Paulo. Dunga assumiu logo depois do fiasco e deu a primeira chance a Daniel Alves, ainda jogador do Sevilla. Na Copa América do ano seguinte, em 2007, ele e Maicon começaram a reinar na posição.
A dupla esteve naquela competição e na de 2011, nas Copas do Mundo de 2010 e 2014, e na Copa das Confederações de 2009. Só em 2013 que Jean, do Fluminense, conseguiu desbancar Maicon na Copa das Confederações sob o comando de Luiz Felipe Scolari.
Dunga voltou ao cargo em agosto do ano passado disposto a colocar um fim no duplo reinado. Convocou Danilo, sua grande aposta para os próximos anos, e Maicon para lhe dar suporte no início da transição. Decepção. O veterano se atrasou na reapresentação nos Estados Unidos depois da primeira partida. Afastado, nunca mais voltou.
A comissão técnica abriu mão de um jogador mais experiente na posição. "Promoveu" Danilo e deu chance a outros jovens como Mário Fernandes e Fabinho, que, pela idade olímpica, acabou sendo o escolhido para a reserva. Mas o destino agiu... Danilo sofreu uma entrada dura do mexicano Güemez e precisou ser cortado. Daniel Alves, de ótima temporada e astral lá em cima pelo novo compromisso de dois anos com o Barcelona, voltou. Ressurgiu das cinzas para ocupar a posição que já tem até uma plaquinha com seu nome.

– Na Seleção têm que estar os melhores, e no momento o Dani é um dos melhores – resumiu Fabinho, que, provavelmente, voltará para o banco com a chegada do "novo" integrante.
Fabinho, aliás, tinha 13 anos em 2007, quando Daniel Alves, no meio-campo, depois de entrar no lugar de Elano, fez um dos gols da vitória brasileira por 3 a 0 sobre a Argentina, na final da Copa América. Lembrança vaga, mas boa de quem foi herói e agora será seu companheiro.
– Eu estava assistindo ao jogo na minha casa e me lembro que ele fez um gol na final. Será uma experiência muito boa, vou aprender coisas muito boas com ele – disse o jovem, que, entretanto, não quer entregar facilmente a condição de titular.
–  Vai ter briga não só nessa posição, mas em todas. Darei meu melhor para poder jogar.
daniel alves brasil coletiva (Foto: Gaspar Nobrega / Vipcomm)Daniel Alves em entrevista coletiva durante a Copa do Mundo do ano passado (Foto: Gaspar Nobrega / Vipcomm)



Postar um comentário

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

FRAM MARQUES

Minha foto

MINHA PÁGINA:

MEU GRUPO: 

MEU SITE:

SIMPLES ASSIM...

HOJE APRENDI QUE VIVER É SER LIVRE, QUE TER AMIGOS É NECESSÁRIO, APRENDI QUE O TEMPO CURA, QUE LUTAR É MANTER-SE VIVO, QUE DECEPÇÃO NÃO MATA, QUE HOJE É REFLEXO DO ONTEM, QUE VERDADEIROS AMIGOS PERMANECEM QUE A DOR FORTALECE, QUE A BELEZA NÃO ESTA NO QUE TEMOS, MAS SIM NO QUE SENTIMOS! , E QUE O SEGREDO DA VIDA É VIVER,

LUTE, SONHE, PERDOE, CONQUISTE CADA SEGUNDO, POIS,
NA VIDA NÃO HÁ RETORNOS:
SÓ RECORDAÇÃO.

SE ALGUM DIA ALGUÉM LHE DISSER QUE SEU TRABALHO NÃO É DE UM PROFISSIONAL, LEMBRE-SE:
AMADORES CONSTRUÍRAM A ARCA DE NOÉ E PROFISSIONAIS CONSTRUÍRAM O TITANIC.
PORTANTO, ANTES DE RECLAMAR, LEMBRE-SE, NÃO SOU PERFEITO, MAS PROCURO A PERFEIÇÃO.




FRAM MARQUES

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA