Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

domingo, 1 de fevereiro de 2015

O RETORNO DO SPIDER: Após volta com vitória, Anderson Silva diz que filho pediu que pare

Por Direto de Las Vegas, EUA
Anderson Silva passou um ano e um mês se esforçando para retornar ao octógono e finalmente o fez na madrugada deste domingo. Ele entrou no mesmo ginásio em que quebrou a perna na revanche contra Chris Weidman, a MGM Grand Garden Arena e, desta vez, venceu Nick Diazapós cinco rounds no evento principal do UFC 183. A missão de retornar, porém, pode ter sido a última da carreira do Spider. Na coletiva de imprensa pós-luta, o ex-campeão dos pesos-médios se emocionou mais uma vez ao revelar uma conversa com o filho mais velho, Kalyl, de 17 anos.
- Quando eu terminei, voltei para o vestiário e liguei para minha família. Meu filho Kalyl falou comigo e chorou. Ele disse: "Pai, parabéns, mas chega! Sem mais luta! Já deu"! Agora preciso conversar com eles. Preciso falar com a minha família porque, quando meu filho fala, me assusta. Eu disse ao Ed (Soares, empresário): "Qual é o próximo passo?" Ed disse para relaxar, voltar pra casa e conversar, pronto - afirmou Silva.
Anderson Silva (Foto: Evelyn Rodrigues)Anderson Silva na coletiva de imprensa pós-UFC 183 (Foto: Evelyn Rodrigues)

A opinião é dividida pela maioria da família de Anderson Silva. Apenas um dos filhos, Gabriel, não se incomoda com a continuidade da carreira do campeão.
- Gabriel diz: "Pai, para mim tudo bem". Mas Kalyl, Kaory, Kauana e João dizem, "Pai, pare, por favor" - disse.
Se for por sua vontade, Anderson Silva garante que quer seguir lutando.
- Sim, eu amo meu trabalho, amo lutar, mas preciso falar com minha família. Meu filho falou comigo sério. Meu filho chorou, pediu para eu parar. Tenho que falar a sério com minha família - explicou o ex-campeão dos médios.
Até a mãe do Spider já se intrometeu na carreira do lutador, e isso desde o início.
- Eu falo com minha família o tempo todo. Na minha primeira luta, minha mãe perguntou: "Por que você vai lutar. Você é maluco? Vai ser policial, que nem seu pai e seu irmão". Falei: "Mãe, isso (ser policial) é mais perigoso. Mas toda a família diz isso - encerrou.

Nenhum comentário:

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA