Seguidores Vip

SEGUIDORES VIP

Gilvan Maq-Peças

Gilvan Maq-Peças
Tobias Barreto - Sergipe

TOCA DO ÍNDIO

TOCA DO ÍNDIO
DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Dez jornalistas e dois policiais foram mortos:Jornal francês alvo de ataque com 12 mortos criticou católicos e muçulmanos

Alvo de um ataque terrorista nesta quarta-feira (7) que provocou a morte de dez jornalistas e dois policiais, o jornal satírico Charlie Hebdo atraiu críticas de muçulmanos de todo o mundo. O caricaturista Jean Cabut, conhecido pelos leitores pelo nome de Cabu, e Stéphane Charbonnier, editor do jornal, que usava o pseudônimo Charb, estão entre os mortos.
Minutos antes do ataque, o jornal havia tuitado uma charge do líder do grupo Estado Islâmico com suas resoluções de Ano Novo. A charge, intitulada “ainda não há ataques na França” traz a caricatura de um combatente extremista dizendo “Espere, ainda temos até o final de janeiro para fazermos nossas resoluções de Ano Novo”.
O jornal recebeu muitas ameaças por causa das caricaturas do profeta Maomé e outras charges controversas que publica. Seu escritório foi alvo de bombas incendiárias em 2011, após uma edição na qual Maomé estava na capa. Desde então, o semanário havia mudado de endereço e estava sob escolta da polícia. 
Um dos policiais havia sido designado para atuar como guarda-costas de Charb. O ministro do Interior Bernard Cazeneuve disse que as forças de segurança realizam buscas em toda a cidade à procura dos homens que atacaram a publicação. Corinne Rey, cartunista que afirmou ter sido forçada a permitir a entrada dos homens no prédio do jornal, disse que eles falavam francês fluentemente e que afirmaram ser da Al-Qaida. 
Capa de novembro de 2012 trazia o tema do casamento gay e ironizava Santíssima Trindade, O Pai, o Filho e o Espírito Santo
Em entrevista ao jornal l'Humanite, ela declarou que a ação deve ter durado uns cinco minutos. O presidente francês François Hollande chamou a ação contra a publicação, que costuma atrair críticas de muçulmanos, de “um ataque terrorista, sem dúvida”. Segundo ele, vários outros ataques foram evitados na França “nas últimas semanas”.
A França elevou seu nível de alerta de segurança para o patamar mais alto e reforçou a segurança em templos, lojas e escritórios de empresas de comunicação e de transporte. As principais autoridades do governo realizam uma reunião de emergência nesta tarde e Hollande deve fazer uma declaração em rede nacional de televisão hoje à noite.
Foto de 2011 mostra os cartunistas Tignous (esquerda) e Cabu (direita) em reunião com o editor Charbonnier (centro)
 na redação do “Charlie Hebdo” (Foto: Miguel Medina/AFP)

Uma testemunha que trabalha nas proximidades, Benoit Bringer, disse à rede iTele que viu vários homens mascarados, armados com rifles automáticos no escritório da revista, no centro de Paris. Os homens subiram ao segundo andar do prédio e começaram a realizar disparos de forma indiscriminada na redação, informou Christophe DeLoire, integrante do grupo Repórteres Sem Fronteiras.
“Este é o dia mais negro da história da imprensa francesa”, afirmou ele. Luc Poignant, funcionário do sindicato dos policiais de Paris, disse que os homens fugiram num carro que os estava esperando e que, mais tarde, trocaram de veículo, usando um carro que havia sido roubado.
A porta-voz da promotoria de Paris, Agnes Thibault-Lecuivre, confirmou que 12 pessoas morreram no ataque. Imagens publicadas no site da emissora estatal France Televisions mostram dois homens vestidos de preto num cruzamento, aparentemente fazendo disparos. 
Quadrinhos da 'Charlie Hebdo', assinado pelo cartunista Stéphane Charbonnierpor 
Cerca de um ano mais tarde, o semanário publicou mais caricaturas do profeta, atraindo críticas de muçulmanos de todo o mundo. 
Os ataques levaram à intensificação das medidas de segurança na capital francesa. O atentado desta quarta-feira é um dos piores em Paris desde 1995, quando uma bomba explodiu na estação de metrô Saint-Michel, matando oito pessoas. Hollande afirmou que vários ataques terroristas foram evitados nas últimas semanas. 
“Nós sabíamos que estávamos sob ameaça, como outros países do mundo”, disse ele. “Estamos sob ameaça porque somos um país de liberdade e porque somos um país de liberdade vamos afastar as ameaças e punir os agressores.”  
Capa trazia o título 'Alcorão é uma merda'
Capa 'Uma topeira no Vaticano' criticava papa Bento XVI
"Eu, presidente", crítica ao presidente francês François Hollande
Capa traz Maomé beijando o cartunista "O amor é mais forte que o ódio"
Postar um comentário

NA ESTRADA DA VIDA

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...

FRAM MARQUES

Minha foto

MINHA PÁGINA:

MEU GRUPO: 

MEU SITE:

SIMPLES ASSIM...

HOJE APRENDI QUE VIVER É SER LIVRE, QUE TER AMIGOS É NECESSÁRIO, APRENDI QUE O TEMPO CURA, QUE LUTAR É MANTER-SE VIVO, QUE DECEPÇÃO NÃO MATA, QUE HOJE É REFLEXO DO ONTEM, QUE VERDADEIROS AMIGOS PERMANECEM QUE A DOR FORTALECE, QUE A BELEZA NÃO ESTA NO QUE TEMOS, MAS SIM NO QUE SENTIMOS! , E QUE O SEGREDO DA VIDA É VIVER,

LUTE, SONHE, PERDOE, CONQUISTE CADA SEGUNDO, POIS,
NA VIDA NÃO HÁ RETORNOS:
SÓ RECORDAÇÃO.

SE ALGUM DIA ALGUÉM LHE DISSER QUE SEU TRABALHO NÃO É DE UM PROFISSIONAL, LEMBRE-SE:
AMADORES CONSTRUÍRAM A ARCA DE NOÉ E PROFISSIONAIS CONSTRUÍRAM O TITANIC.
PORTANTO, ANTES DE RECLAMAR, LEMBRE-SE, NÃO SOU PERFEITO, MAS PROCURO A PERFEIÇÃO.




FRAM MARQUES

AS MAIS COMPARTILHADAS NA REDE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA